Desde 1984
Editorial
12 de Novembro de 2021
Boa notícia

Esta sexta-feira (12) amanhece com uma das melhores notícias deste ano tão difícil: a expansão da produção da Usina de João Monlevade e da Mina do Andrade, ambas pertencentes à ArcelorMittal. 

A produção de aço em Monlevade deve passar de 1,2 milhão de toneladas anuais em 2021 para 2,2 milhões em 2024, enquanto a mina de Bela Vista de Minas verá sua extração saltar de 1,5 milhão de toneladas anuais para 3,5 milhões. Segundo expectativas, serão contratados mais 650 trabalhadores para a planta monlevadense e 330 para o Andrade. 

Em 2008, a mesma ArcelorMittal anunciou a duplicação da Usina de Monlevade, acendendo a chama da esperança na região. A procura por imóveis na cidade cresceu substancialmente, elevando os preços destes. Mas a crise econômica iniciada em setembro daquele ano nos Estados Unidos congelou os planos, e a expansão foi gradativamente esquecida. Somente em julho deste ano, com o anúncio da entrada em operação do terceiro laminador da usina, é que a ideia da expansão voltou a ser discutida no Médio Piracicaba. Agora, ela ganha mais força. 

Sem dúvidas, João Monlevade e Bela Vista de Minas merecem esses investimentos, dos mais elevados dos últimos anos no Médio Piracicaba. Eles serão um novo fôlego à economia regional, estadual e brasileira, justamente num momento de crise internacional, provocada pela pandemia da Covid-19. 

O anúncio tão esperado há anos, é mais um passo para que não somente Monlevade, mas toda a região, possam se converter num polo nacional e internacional de fabricação de aço, reacendendo as esperanças de uma vida melhor para todos.