Desde 1984
Alê Teles
08 de Outubro de 2021
Minhas férias e pedras da sorte

Viajei de férias após dois anos. Só depois de sairmos da rotina louca percebemos o quanto é importante uma pausa. No início vem aquele vazio profissional, sem notebook, sem minhas anotações, sem meus post-it ’s.

Depois a magia acontece, comecei a desacelerar, relaxar, me permitir a ficar à toa mesmo. Em vários momentos me peguei só olhando. Sabe aquela imagem da Yasmin correndo com um sorrisão na cara? Clique. Registro na memória.

Fui conhecer a cidade, Gramado, lugar lindo. Andando feliz e saltitante, vi uma loja de cristais, pensei: legal, vou comprar uma pedrinha, talvez um brinco, um colar. Algo para trazer boas vibrações.

Há! Coi-ta-da da vendedora. Se soubesse a cliente que estava entrando, teria colocado uma placa de closed.

Diálogo:

- Bom dia!

- Bom dia, em que posso ajudar?

- Então... não sei ao certo... talvez uma pulseira, um colar, ou um brinco com uma pedrinha de boa sorte.

- Ah sim, veja se gosta dessa pulseira, essa é a Ágata, desperta seu interior.

- Gostei, linda! E essa aqui? 

- É para autoestima.

- E esse brinco? 

- Contra mau olhado.

(Plim plim, cliente entrando.)

- Só um minuto por favor.

Vou andando pelo interior da loja. Whow, que anel lindo, nossa, caro. 

Minha mãe já estava há 20 minutos sentada num banquinho do lado de fora da loja.

- Moça! E essas pedras aqui?

- Essa branca é a Quartzo Verde, para abundância. 

- Vou levar! Quem não quer abundância!?

“Mamãe, tô com fome! ”

- E esta?

- Para coragem e persistência.

Loja cheia de cliente.

Gente, é sério, nessa hora eu estava com umas 20 pedras na mão, literalmente. Não era para jogar em ninguém. Era muito difícil escolher entre autoconfiança, autoestima, dinheiro, criatividade, saúde, amor, ampliar relacionamentos, proteção, tornar os sonhos reais, equilíbrio emocional, nivelar relacionamentos. Bagagem de mão é até 10 kilos... dá para colocar umas na mala da Yasmin... E a cada 2 minutos eu pedia a coitada para repetir os significados.

E minha filha ... “Manhêêêêêê anda logo! ”

Que dúvida.

Começou a virar uma brincadeira de tira põe... coloca pedra da paz, tira alinhamento energético, não! Volta alinhamento energético, tira encontro do verdadeiro eu. Mas... se eu não encontrar meu verdadeiro eu, como posso realizar minhas metas? Moça, essa roxa é para quê mesmo?

Queridos leitores, eu entrei numa confusão mental que sinceramente não sabia ser possível. Fico rindo dessa história e sei que rirei por muitos anos. 

Como resolvi? Fechei o olho, pedi a moça para me dar um papel com o significado das pedras (só a da saúde que não abri mão) e dividi no cartão, por garantia trouxe a pedra Pirita, que é a do dinheiro.  

Então o que umas férias fazem? Dão fôlego para recomeços, boas ideias já que o ócio criativo existe mesmo. Voltei com um novo projeto desenhado na cabeça e umas 15 pedras trazendo muita energia positiva e boa sorte!


(*) Alê Teles é monlevadense e especialista em RH