Desde 1984
Coxia
04 de Junho de 2021
Coxia 2636

Pandemia


'Este feriado pode ser decisivo e extremamente impactante na evolução da pandemia. Precisamos ficar atentos a esses períodos, cuidando para não aglomerar. Não podemos baixar a guarda em momento algum', recomenda o presidente da Sociedade Mineira de Infectologia, Estêvão Urbano. Ele pede para a população tomar cuidado já que circulam novas variantes do vírus que podem levar a um colapso no sistema de Saúde. Isso, sem falar na provocação de mais muitas mortes e aumento de casos de transmissão e internações. A pandemia não acabou. 


Covid


Os vereadores de João Monlevade, Fernando Linhares (DEM) e Thiago Titó (PDT) testaram positivo para a Covid. Só que, conforme apurado, o pedetista testou positivo no exame de sangue, mas deu negativo no exame PCR. Eles passam bem e estão assintomáticos. Um servidor da Câmara também testou positivo e, por isso, o Legislativo suspendeu os atendimentos presenciais na Câmara até a próxima segunda-feira. Acertou o presidente Gustavo Maciel (Podemos).


Repúdio


Pegou muito mal para a Cemig não ter vindo e nem mandado representantes para assembleia de prefeitos da Amepi na última sexta-feira (28). A representante da companhia energética, conforme a secretária Executiva da associação, disse que não viria ouvir reclamações. Os prefeitos mandaram uma nota de repúdio ao que consideraram falta de respeito com mais de 315 mil moradores do Médio Piracicaba. 


Região


Falando em região, o Médio Piracicaba possui 17 cidades pelas quais circulam 25% do Pib do Estado inteiro. Os municípios, integrados, são ainda mais fortes na promoção do bem estar e qualidade de vida para a população. Cabe à Amepi, assegurar o desenvolvimento com ações estratégicas e boa política. Cemig, também pela sua importância, merece dar uma justificativa. 


Seis meses


Hoje (4), completam seis meses da tragédia da Ponte Torta, quando um ônibus caiu sobre a linha férrea, matando 19 pessoas e ferindo gravemente outras 29. Pouco tempo depois, um caminhão também despencou dali, caindo no Rio Piracicaba e matando quatro pessoas. De lá para cá, nada foi feito para inibir novas tragédias: nem reforma da ponte, nem melhorias na segurança, nem sinalização no local. Absurdo. 


Independentes?


A maioria dos vereadores de Monlevade declara que tem perfil independente, frente ao governo municipal. Mesmo alguns daqueles que, tecnicamente seriam oposição, por terem apoiado outros candidatos na eleição, apresentam tom de neutralidade: “voto pelo bem de Monlevade” ou “sigo minha consciência”. É como diz o ditado: numa guerra, quem fica em cima do muro leva chumbo dos dois lados. Olhos de ver, ouvidos de ouvir.


Milhões


A Prefeitura de Monlevade informou que está com R$53 milhões em caixa. Parte desses recursos, cerca de R$700 mil, são oriundos da economia com a suspensão de transporte escolar, o Vamos à Escola. E tem gente que acha que estudante vai à escola de graça. Alguém paga essa conta...


Distrito


Com os recursos, a Prefeitura vai fazer algumas licitações importantes. Uma dessas é a reforma e melhoria do Distrito Industrial, em cerca de R$1 milhão. O local, às margens de rodovias, tem tudo para alavancar o desenvolvimento de João Monlevade e da região. Obra fundamental e necessária há anos.


Estágio


Termina neste domingo (6) o prazo para que estudantes de Direito se inscrevam para estagiar na Comarca de João Monlevade. O cadastro é gratuito, e podem participar estudantes entre o 3º e o 8º período do curso de Direito, que realizaram uma prova no dia 10 de julho, na sede da Faculdade Doctum, no bairro Vila Tanque. O estágio tem carga horária de seis horas diárias, e o selecionado recebe uma bolsa de R$1.047,00 e vale-transporte. O edital e o conteúdo programático estão disponíveis no site do TJMG.