Desde 1984
Coxia
30 de Abril de 2021
Coxia 2631

Nasser na ALMG

Ex-vereador por três mandatos e ex-presidente da Câmara, Guilherme Nasser assumiu, nesta semana, a assessoria parlamentar do deputado estadual Bernardo Mucida (PSB). Guilherme não conseguiu se reeleger no último pleito. Agora, busca novos voos na política. “Como assessor parlamentar, irei atuar diretamente para atender aos anseios e necessidades de nosso município, agora a nível estadual, juntamente com o deputado”, disse Nasser. 

Outro grupo

Em toda a sua carreira política, Guilherme Nasser sempre pediu votos para os candidatos ligados a Mauri Torres. Inclusive, ele atuou como um aguerrido defensor do deputado Tito Torres (PSDB). Agora, ao lado de Mucida, nas eleições de 2022 vai concorrer com o seu antigo grupo. Voltas que a política e o mundo dão. 

Candidatos

A corrida para as eleições em 2022 está a todo vapor. Tito e Mucida devem concorrer à reeleição, enquanto o ex-vereador, Djalma Bastos (PSD), afirma ser pré-candidato. Fala-se ainda no nome do ex-prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Antônio Carlos Noronha Bicalho (PDT). Outros nomes correm por fora, mas não passam de especulações. Um deles, seria o do vereador e ex-prefeito, Gustavo Prandini (PTB). Ele não precisa deixar o cargo para disputar. Será se irá disputar?

Cadeira

Vanderlei Miranda (PL) está a um passo de voltar à Câmara Municipal. Segundo ele, a diplomação está marcada para a próxima terça-feira (4). No entanto, Andréa Peixoto (PTB) ainda tem o direito de recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). Enquanto isso, a ainda incipiente oposição ao governo de Laércio Ribeiro (PT) perde o nome que poderia articulá-la. Esperemos as cenas dos próximos capítulos. 

Mulheres

Um grupo de mulheres fez carreata pelo fim da violência à mulher, no último sábado em João Monlevade. O movimento ocorreu três dias após a morte trágica da cantora e influencidadora digital, Lívvia Bicalho, vítima de feminicídio. No entanto, as organizadoras afirmaram que a ação era em solidariedade a todas as mulheres já agredidas e mortas. A carreata teve a adesão de dezenas de pessoas, com grande repercussão.  

Legítimo

O movimento das mulheres é legítimo e realizado há tempos, nas campanhas do laço branco, nas caminhadas, carreatas, palestras e uso da tribuna da Câmara. A violência contra a mulher é uma mancha que deve ser denunciada e combatida sempre. Afinal, não tem classe social e pode acontecer onde menos se espera. Em caso de suspeitas, a denúncia pode ser feita via telefones: 181 e 190. 

Conselho

A atual composição provisória do Conselho Municipal de Saúde (CMS) de João Monlevade apontou ao Ministério Público irregularidades da antiga gestão do órgão. Segundo a atual presidente da Comissão Executiva, Jalva Ribeiro Santos, o mandato anterior expiraria em 18 de setembro do ano passado. Mesmo assim, os membros continuaram no cargo sob a alegação da pandemia, sem convocar novas eleições nem prorrogar regulamentarmente os seus termos. 

Repasse

Um dos questionamentos seria que, em 1º de dezembro passado, o então CMS homologou um repasse de R$1,5 milhão da Prefeitura ao Hospital Margarida. No entanto, não haveria nenhuma assinatura na ata da reunião, segundo Jalva Ribeiro. A denúncia é grave e merece a devida apuração, porque envolve recursos públicos que vieram para Monlevade para enfrentamento da pandemia. 

Representatividade

Jalva Ribeiro Santos ainda diz que, legalmente, o conselho deveria ter metade de seus membros representando os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). No entanto, desde março de 2019, segundo ela, apenas 10% do órgão era de fato composto por membros desse grupo. Também há, conforme a denúncia, a presença de conselheiros faltosos por mais de três meses sem justificativas, e que, de acordo com o regimento, deveriam ser excluídos do quadro da entidade. O que dirá o Ministério Público? 

Trânsito

O prefeito Laércio informou em coletiva à imprensa que, em, breve, vai voltar com o retorno do trânsito na Praça Domingos Silvério, para quem sai da avenida Getúlio Vargas e vai sentido ao bairro Santa Bárbara. A iniciativa é cobrada por motoristas e uma das promessas para melhoria do trânsito na região central. Palavra dada é palavra cumprida. Aguardemos.