Desde 1984
Coxia
16 de Abril de 2021
Coxia 2629

Lotado

Apesar de ter aumentado os leitos do CTI e da enfermaria, o Hospital Margarida segue lotado. Antes, eram 10 leitos de CTI e, agora, são 25. Também eram 12 leitos de enfermaria e, agora, são 24. Mesmo assim, a casa de saúde segue lotada. Sinal que, se não frear a contaminação, sempre haverá colapso na área de saúde. A responsabilidade é de todos. A dica é manter o isolamento social, lavar as mãos com frequência e usar máscaras. É hora de evitar sair sem necessidade e ter cuidado com a saúde.


120 dias

Laércio e Fabrício deixaram passar em branco a marca dos 100 dias de governo, celebrado no último sábado (10). No entanto, conforme apurado, vão esperar os 120 dias, completos no fim do mês, para falar das ações do início do mandato. Na campanha, o prefeito prometeu melhorar vários pontos da cidade em um plano emergencial de quatro meses. A data também será próxima do aniversário da cidade. O que vem por aí?


Promessas

Algumas das promessas ainda não saíram do papel. É o caso da reconstrução da ponte no bairro Santa Cruz, levada pela enchente há anos. Outras ações seriam implementadas na área da saúde, social e econômica, além de mudanças e melhorias no trânsito da cidade. 


Rotatória

A rotatória que vai ligar as avenidas Getúlio Vargas à Gentil Bicalho, na Praça Domingos Silvério, ainda não saiu do papel e era uma das promessas do plano de 120 dias. A promessa, feita em janeiro, animou os motoristas, mas ainda não foi cumprida. O governo prometeu melhorias no trânsito em três meses. Algumas intervenções foram feitas, mas ainda faltam outras. O povo está cobrando...


Djalma Bastos

Djalma Bastos (PSD) afirmou que será candidato a deputado estadual no ano que vem. O ex-vereador não tentou a reeleição em 2020 porque queria se afastar. Agora, garante que vai para a disputa a um cargo na Assembleia de Minas.


Tito e Mucida

Falando em Assembleia, O Médio Piracicaba já tem dois representantes: os deputados Tito Torres (PSDB) e Bernardo Mucida (PSB). Ambos ampliam a representação da região e vêm fortes para disputar os votos. 

Bastidores

Também nos bastidores, corre o nome do ex-prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Antônio Carlos Noronha Bicalho (PDT), para tentar uma vaga no Legislativo estadual. Será?


Falsa vacina

A Polícia Federal investiga o caso da falsa enfermeira que também teria vindo a Monlevade aplicar a falsa vacina que, na verdade, era soro fisiológico. No entanto, não há confirmação se ela esteve por aqui e quem foi enganado por ela. Mesmo assim, há rumores de que figurões da política estariam envolvidos no esquema montado pelo dono da Saritur, empresa que presta serviços também em cidades da região. As investigações continuam. 


Muro 

Uma máquina que presta serviço para a Prefeitura perdeu o freio e quebrou parte do muro do Estádio Louis Ensch, no Areia Preta. A Prefeitura disse que a empresa vai ressarcir os prejuízos. Falando em estádio, o local está completamente abandonado e repleto de mato. Uma lástima.


Decretos

A sucessão de decretos para regular o comércio em João Monlevade provoca nós nas mentes de lojistas, clientes e cidadãos. A cada semana, as regras para funcionamento dos estabelecimentos mudam, deixando os monlevadenses cada vez mais confusos e alimentando as críticas ao governo de Laércio Ribeiro (PT). Esperemos a próxima mudança... 


Prisão

A operação República, desencadeada pelas polícias Civil e Militar, acabou com uma quadrilha que assaltava comércios em João Monlevade. Entre os presos, está um policial militar. Para quem acha que polícia não prende polícia, essa é uma resposta. Demonstra que a corporação é séria e não tolera crimes, mesmo entre os seus membros. De toda forma, a prisão de um policial suspeito de praticar associação criminosa não é uma boa notícia para a corporação.


Emip

O A Notícia agradece ao gentil convite da Escola Municipal Israel Pinheiro (Emip) para a aula virtual ministrada no último sábado (10), para falar sobre a Covid-19 em João Monlevade e sobre a cobertura jornalística da pandemia. Em especial, o jornal agradece à professora Rita Carolino pela oportunidade.