Desde 1984
Região
29 de Julho de 2022
Câmara de Rio Piracicaba aprova projeto que cria Dia Municipal do Quilombola
Projeto é de autoria do presidente Nozinho do Caxambu

Os vereadores de Rio Piracicaba aprovaram, em 1º turno de votação, o Projeto de Lei  2.206/2022, que institui no calendário oficial do município, o Dia Municipal do Quilombola, a ser comemorado anualmente, no dia 10 de setembro. A matéria é de autoria do presidente da Câmara, vereador Reginaldo Wanderson Catarino Azevedo, o Nozinho do Caxambu (Cidadania).
Conforme a justificativa, o projeto busca coordenar e desenvolver ações que valorizem a tradição, os saberes, a cultura e a identidade do povo no município. Segundo o autor, a proposta visa dar mais visibilidade e reconhecer os remanescentes de Quilombola em Rio Piracicaba, “herdeiros de um importante processo de resistência, lutas e organização na formação do povo”.
Em Rio Piracicaba, no Distrito de Padre Pinto, está o quilombo de Caxambú. Reconhecida em 2011 como Quilombola pela Fundação Palmares, a comunidade possui cerca de 1.500 moradores e fica a 14 quilômetros do município sede. No local, há quase 300 anos, é realizada a tradicional Festa de Nossa Senhora do Rosário ou Festa do Congado. O evento religioso mescla fé, cultura e memória local, com novena, barraquinhas, leilões, apresentações dos grupos de congado de várias localidades.  
Segundo relatos,  Caxambu é formado por descendentes de dois povos africanos, os Wazilhes e os Angolanos. Eles são oriundos dos resistentes à brutalidade do regime escravocrata que se rebelaram contra aqueles que acreditava serem seus donos. A história de Caxambu remonta ao século XVIII, quando os primeiros escravizados chegaram à região.