Desde 1984
Região
07 de Junho de 2022
São Gonçalo fatura prêmios  e menção honrosa em Brasília
Divulgação

Catas Altas e Itabira  também vencem  Prêmio Municípios Mineradores 

São Gonçalo do Rio Abaixo faturou dois prêmios na edição 2022 do “Prêmio Municípios Mineradores”, idealizado pelo Ministério das Minas e Energia. O resultado ocorreu na tarde desta terça-feira (7) durante solenidade em Brasília. O município foi indicado em seis, das oito categorias da premiação e venceu nos segmentos: Meio Ambiente e Proteção Social. Pelas indicações, São Gonçalo também recebeu menção honrosa.

O prefeito Raimundo Nonato Barcelos, o Nozinho (PDT) e comitiva, participam do evento na capital federal. Esses são os primeiros prêmios recebidos pela atual gestão do chefe do executivo. Em outros mandatos, sua administração também foi vitoriosa e recebeu destaques em diversas premiações.

Outras cidades da região também foram premiadas na realização deste ano. O município de Catas Altas venceu na categoria Desenvolvimento Econômico e Itabira ganhou na de Gestão. Nesta edição do Prêmio Cidades Mineradoras, 24 iniciativas de todo o território brasileiro foram selecionadas e oito foram premiadas.

O Ministério de Minas e Energia, através do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) e da Agenda Pública,  que realizaram a premiação,  reconhece a qualidade da governança pública das cidades. O Prêmio tem como objetivo incentivar e difundir práticas efetivas de gestão que evidenciam a qualidade e boa performance dos serviços públicos, que atendam diretamente às necessidades da população e transformam a realidade local.

Segundo a organização, o prêmio não se dá por inscrição e sim, por classificação a partir de análise de dados destinado a municípios com mineração que tenham os maiores índices de arrecadação de CFEM (Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais) e que possuam boa performance e qualidade na prestação de serviços públicos. A seleção foi feita a partir da análise de indicadores transversais, capazes de medir a efetividade da gestão pública municipal.