Desde 1984
Geral
24 de Maio de 2022
Covid-19 leva Apae de Monlevade a suspender parte das atividades

As atividades da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de João Monlevade estão parcialmente suspensas. Funcionários da instituição foram diagnosticados com a Covid-19, o que levou à interrupção das atividades da escola e da assistência social, desde ontem, segunda-feira (23). A Notícia foi informado de que há, pelo menos, 11 casos positivos na unidade. 

Segundo a diretora da entidade, Eucalina Monteiro, os profissionais não puderam ser substituídos, e a suspensão parcial também traz mais segurança a usuários e trabalhadores. Por outro lado, segundo ela, estão mantidos os serviços de saúde, com os atendimentos clínicos, e o funcionamento administrativo da Apae. 

No fim da tarde desta terça-feira (24), a sede da instituição, no bairro Baú, deve ser desinfectada. Conforme Eucalina, a entidade segue as orientações da Vigilância em Saúde (Visa) de João Monlevade. 

Segundo a Prefeitura, a Visa ainda fará um levantamento sobre o número total de infecções, informando os procedimentos a serem tomados, conforme orientações da Secretaria de Estado da Saúde. O Executivo ressalta que a suspensão parcial das atividades da Apae não foi determinada pela Vigilância em Saúde. 

A expectativa é que as atividades sejam retomadas na próxima segunda-feira (30), caso nenhum dos funcionários contaminados apresente sintomas do coronavírus. Funcionando desde 1975, a Apae atende a cerca de 40 crianças e adultos com autismo e deficiência intelectual e múltipla, privilegiando o ganho de habilidades e a integração do usuário à sociedade. No último fim de semana, seria realizada uma Gincana comemorativa ao aniversário da entidade, mas ela foi suspensa diante dos casos. Uma nova data será marcada.