Desde 1984
Geral
20 de Maio de 2022
Importunação sexual - Polícia colhe depoimentos em caso de pastor da Assembleia de Deus

A Polícia Civil colhe depoimentos de pessoas que possam colaborar com as investigações sobre a denúncia de importunação sexual, feita por uma fiel, contra o pastor então presidente da Assembleia de Deus, Luiz Henrique da Silva. Ele foi afastado da Convenção dos Ministérios das Assembleias de Deus do Leste de Minas Gerais (Comadaleste) até esclarecimentos do caso. Desde o início deste mês, o religioso está suspenso de todas as suas funções na Igreja e ainda não veio a público, nem procurou a Igreja para prestar esclarecimentos. O Pastor Carlinhos assumiu a presidência interinamente e diz que após o episódio que veio à público nesta semana, a situação está “aparentemente tranquila. Creio que o susto inicial já acabou e a Igreja segue em oração para que seu nome não sofra com tudo isso”.

 

Leia mais em (Assembleia de Deus afasta pastor denunciado por importunação sexual em Monlevade)