Desde 1984
Geral
16 de Maio de 2022
Reunião retoma discussão para implantação de APAC em Monlevade
AcomCMJM
Representantes de entidades se reúnem para debater implantação da Apac no município

A implantação da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) em João Monlevade voltou a ser debatida entre autoridades locais. O tema já foi amplamente discutido, com reuniões e  anos atrás, mas nunca foi viabilizado.  O encontro, na última sexta-feira (13), reuniu na Câmara Municipal, vereadores representantes da Polícia Militar; da Polícia Civil, a delegada  Camila Batista Alves; da 75ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB),  Elivânia Felícia Braz; do Jurídico da Prefeitura, Luciano Igor Brandão; do Lions Clube e Rotary Clube;  Padre Marco José e integrantes da Associação e Pastoral Carcerária.

O encontro foi convocado pelo vereador Gustavo Prandini (PTB) e contou com a presença do presidente da Casa, Gustavo Maciel (Podemos) e dos vereadores Fernando Linhares (União Brasil), Leles Pontes (PRB) e Marquinho Dornelas (PDT).  Prandini explicou no dia 28 de abril em reunião com o Juiz da Primeira Vara de Execução Penal, Luiz Felipe, ficou acertado que o parlamentar iria conduzir o processo para montar um grupo de trabalho para auxiliar os membros da Associação, visando a implantação da Apac em Monlevade. 

Durante a reunião, a integrante da APAC, Maria Aparecida Silveira Caldeira, informou que já existe uma doação da ArcelorMittal de um terreno para a construção da entidade. Ainda no encontro, foram listados os sete integrantes que irão compor o grupo de trabalho para auxiliar a Associação e dar continuidade aos trabalhos já efetivados. Um cronograma de atividades será elaborado pelo grupo, que dará todo o suporte para a associação. Uma reunião com a ArcelorMittal será tratada para tratar do terreno e construção da sede da Apac.