Desde 1984
Variedades
13 de Maio de 2022
Depoimentos de paroquianos contam a história da Matriz São José Operário
Reprodução
Filme sobre a Igreja São José Operário celebra 80 anos de histórias

A história do mais importante cartão-postal de João Monlevade é contada por paroquianos e personalidades que viveram grandes momentos do símbolo da cidade. Na última semana, a Fundação Casa de Cultura apresentou o filme 'Igreja São José Operário - 80 Anos de História', que celebra, em 2022, as oito décadas da colocação da pedra fundamental da histórica matriz do bairro Centro Industrial. A exibição do filme, com duração de 18 minutos, foi realizada em um telão instalado no palco da Praça do Povo e contou com a presença de autoridades e convidados durante o evento Film[aço]. 
Produzido pela Fundação Casa de Cultura, o filme traz a história da matriz desde o seu planejamento, passando pela construção e inauguração, até os dias de hoje. Um dos personagens destacados na obra foi o cônego José Higino de Freitas, que por mais de duas décadas foi a espinha dorsal das atividades religiosas da primeira igreja de João Monlevade. 
O sacerdote também foi pioneiro na educação, ao trazer o ensino secundário ao município, criando o antigo Colégio Estadual de João Monlevade. Hoje, a escola é municipal e leva seu nome. Ele é considerado o pioneiro da fé e do saber na cidade, título concebido pelo professor Geraldo Eustáquio Ferreira, o Dadinho, que conviveu com padre Higino e escreveu a biografia do religioso. Dadinho é um dos personagens que narram a história da Matriz São José Operário.

Narrativas pessoais 

 O filme se desenrola com depoimentos de moradores que presenciaram e foram parte dessa história. Eles contam memórias e experiências no local. Também é enaltecida a beleza da arquitetura da edificação, única por sua forma de 'V' no mundo, que representa Vereda (caminho), Verdade e Vida, palavras do próprio Cristo. Além disso, os entrevistados narram fatos desde a concepção do projeto pelo arquiteto Yaro Burian, a importância do templo e o seu significado para a comunidade monlevadense. 
 Além de Dadinho, participam com informações importantes da história, o artista Afonso Torres ('Afonsinho') e moradores do entorno ou que têm ligação com a igreja, como Maria Perpétua Rocha Vieira, Neli Cardoso, Isabel Mol Freitas (irmã de Cônego Higino) e seu filho Márcio Mol, o Menal (ex-coroinha do religioso). 
O vídeo faz parte do projeto de Educação Patrimonial e valorização da história do município da Prefeitura de João Monlevade. Novos filmes sobre outros patrimônios históricos, como a Fazenda Solar Monlevade, antigo Hotel Cassino, o Cemitério Histórico e o Coral Monlevade devem ser produzidos. O matéria será divulgado para estudantes e para a população conhecer mais sobre o patrimônio local. Veja o filme sobre a igreja São José Operário, no canal do Youtube do A Notícia, através do QR Code.