Desde 1984
Região
20 de Janeiro de 2022
São Gonçalo inicia ações para minimizar impacto das enchentes
Divulgação - Acom - PMSGRA

Medidas incluem parceria da Associação Comercial e reunião com lideranças

O prefeito de São Gonçalo do Rio Abaixo, Raimundo Nonato de Barcelos, o Nozinho (PDT), reuniu-se com especialistas da UFMG para começar os trabalhos que irão nortear as ações para minimizar os impactos das cheias no município. Durante a reunião, foram tratados diversos assuntos relativos a essas cheias, como por exemplo, o fenômeno natural “La Niña”, que provoca chuvas intensas no Sudeste e condições mais secas no sul este ano no nosso país.

De acordo com o professor Bráulio Magalhães Fonseca, professor de Instituto de Geociências da UFMG e Coordenador do projeto de Revisão do Plano Diretor de São Gonçalo, o estudo hidrológico tem por objetivo a realização de ações imediatas e obras relacionadas ao trecho do Rio Santa Bárbara na área urbana central de São Gonçalo do Rio Abaixo, bem como nas ações já iniciadas para a revitalização da área urbana.  

“Nos últimos dias sofremos com as fortes chuvas que provocaram estragos, perdas e morte. As pessoas mais experientes e vividas se lembrarão das cheias de 1979 e da seca e do apagão de 1999/2001 (que provocou o rebaixamento do nível do reservatório de Peti).  Em 2010/2011 também presenciamos fortes chuvas, assim como em 2020 e agora em 2021/2022. “No intuito de reduzir e solucionar os eventos catastróficos e seus impactos, como o ocorrido no corrente mês, o Prefeito Nozinho e sua equipe entraram em contato conosco e já estamos iniciando um estudo hidrológico inédito no município”, completou o professor.

Todas essas ações incluem a parceria da Associação Comercial Industrial, Agropecuária e de Serviços de São Gonçalo do Rio Abaixo (Aciagra), que vem acompanhado todo esse processo desde o começo. É importante destacar que, desde a última semana, a prefeitura vem avaliando os impactos dessa enchente para tratar a possiblidade de algum tipo de benefício. Conforme a administração, nova reunião com lideranças do município será agendada nas próximas semanas para decidir sobre o assunto e avaliar as ações sugeridas.