Desde 1984
Polícia
19 de Janeiro de 2022
Novo comandante da PM em Monlevade promete firmeza na luta contra o crime

A 17ª Companhia Independente da Polícia Militar apresentou na tarde desta terça-feira (18) seu novo comandante. O tenente-coronel Agnaldo de Souza Schuab conversou com os jornalistas em uma coletiva de imprensa no quartel da corporação, no bairro Belmonte. Com 48 anos de idade e 28 de trajetória na PM, ele substitui o também tenente-coronel Maiquel Vecce dos Santos, que passou para a reserva. 

O tenente-coronel Schuab assume pela primeira vez o comando de uma unidade da Polícia Militar. Antes, ele desempenhava o posto de subcomandante do 11º Batalhão, sediado em Manhuaçu. Em sua trajetória, ele acumula passagens também por Belo Horizonte, Ipatinga e Lajinha, sua cidade natal, além da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), através da qual conheceu algumas cidades da região que agora protege. 

Durante a coletiva, o novo chefe da PM monlevadense afirmou que manterá e intensificará as ações de repressão à criminalidade, e que os bandidos não terão paz. Ele também ressaltou que a corporação trabalhará em conjunto com os demais órgãos de segurança pública, como a Polícia Civil, a Polícia Penal, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Ministério Público e o Poder Judiciário. 

O novo comandante afirmou que, atualmente, João Monlevade é mais tranqüila do que Manhuaçu, mesmo sendo atravessada por duas importantes rodovias federais e estando mais próxima a Belo Horizonte. O município, aponta, acompanha a tendência estadual de sucessivas quedas nos índices de violência, registradas desde 2016. Para Agnaldo Schuab, o tráfico de drogas acaba envolvendo outras modalidades de crimes violentos. 

Para os moradores das fazendas e sítios, o novo comandante ressalta a Patrulha Rural e a extensão do policiamento nas áreas mais afastadas. Ele ainda reafirmou que manterá e ampliará a política de redes de proteção em parceria com a comunidade, como os vizinhos e comerciantes protegidos. Agnaldo Schuab ainda prometeu braço firme na luta contra os roubos a bancos, que assolaram várias pequenas cidades mineiras nos últimos anos. 

No entanto, admite o tenente-coronel, a frota de viaturas da corporação sofre com severas deficiências, com alguns dos veículos com mais de 10 anos de uso. Para sanar esse problema, a chefia entrará em contato com o comando da corporação e com deputados, obtendo emendas que permitam a renovação dos carros de patrulhamento. Segundo o novo comandante, a abertura de novas frações, por exemplo nos distritos rurais, depende da autorização do comando-geral da Polícia Militar, e esbarra na falta de efetivo. O reforço no policiamento, com a inclusão de mais homens, deve ocorrer quando mais soldados forem formados. 

A 17ª Companhia de Polícia Militar Independente é responsável pelo policiamento ostensivo em João Monlevade, Bela Vista de Minas, Rio Piracicaba, Nova Era, São Domingos do Prata, São José do Goiabal, Dionísio, Dom Silvério e Sem-Peixe. A transferência formal de comando deve acontecer até fevereiro.