Desde 1984
Geral
20 de Outubro de 2021
Nova fonte da praça do Povo deve custar até R$30 mil
Divulgação - Acom - PMJM

A Prefeitura de João Monlevade realizará uma licitação para reconstruir a fonte da praça do Povo, em Carneirinhos. O edital da concorrência pública prevê que serão pagos até R$30.373,77 pelo serviço. A abertura dos envelopes está prevista para o dia 4 de novembro, podendo participar apenas microempresas e empresas de pequeno porte. 

Segundo a atual administração, o chafariz foi demolido ainda durante a gestão passada, em meio às obras de revitalização na praça, mesmo não constando no projeto da reforma. Nesta semana, foram retirados os tapumes que cercavam o espaço, embora o local onde ficava a fonte, atualmente um buraco pentagonal, ainda esteja circundado com gradis. O acesso do público, no entanto, permanece interditado.

Reforma

A reforma da praça  foi realizada com recursos obtidos pelo deputado federal Mário Heringer (PDT) junto ao Ministério do Turismo, intermediados pelo então deputado estadual Raimundo Nonato Barcelos, o Nozinho (mesmo partido). Entre os serviços realizados, estão a recomposição da rede hidráulica, a reforma dos portões e os novos revestimentos cerâmicos, piso e pintura. O custo das intervenções ficou em R$246 mil, uma verba de destinação específica, que não poderia ser usada para outro fim. 

A praça do Povo foi construída no início da década de 1990 pelo então prefeito, Leonardo Diniz Dias (PT), depois de uma batalha pela posse do terreno, ao lado da avenida Wilson Alvarenga.  Por longos períodos, o chafariz ficou desativado, servindo como banheiro de andarilhos, depósito de lixo e criadouro de mosquitos.