Desde 1984
Geral
13 de Setembro de 2021
Profissionais de saúde de Monlevade fazem treinamento sobre insulina e diabetes
Divulgação - Acom - PMJM

Enfermeiros, farmacêuticos e atendentes de farmácia de João Monlevade participaram entre os dias 23 e 30 de agosto de um treinamento sobre “segurança do paciente diabético na administração de insulinas”. O foco foi o aprimoramento da aplicação das canetas de insulina NPH e regular para controlar a diabetes. O treinamento foi ministrado pela farmacêutica Larissa Martins Reis, responsável técnica pela Farmácia Municipal. 

A Coordenadora da Assistência Farmacêutica do município, Andressa Silva Braga, falou sobre a importância do curso. Segundo ela, o uso da caneta de insulina em pacientes diabéticos está cada vez mais disseminado em todo o mundo, trazendo maior conforto e comodidade. 

“Para alguns indivíduos, esse novo tratamento representa uma mudança significativa em sua rotina, pois substitui as antigas e dolorosas seringas e frascos de insulina por um dispositivo mais simples e eficaz”, ressaltou.

Andressa Braga enfatizou que o profissional de saúde contribui para que os diabéticos insulinodependentes tenham um maior acesso ao tratamento disponibilizado pelo SUS, pois ele é quem distribui o dispositivo e é o responsável pelas orientações aos usuários quanto à utilização correta.

“É necessário que os profissionais que atuam junto a estes pacientes, os orientem detalhadamente sobre como utilizar a caneta, explorando ao máximo todos os seus benefícios como: segurança, facilidade de uso, praticidade, menos dor, contribuindo, dessa forma, para que a adesão ao tratamento seja maior”, concluiu a coordenadora.

Além disso, o treinamento visa garantir que a insulina seja administrada de forma correta, a fim de prevenir as complicações causadas pelo descontrole da diabetes, como lesão nos rins e na retina; degeneração progressiva nos nervos, que provoca a diminuição da sensibilidade de partes do corpo, como nos pés; problemas no coração e desenvolvimento de infecções.