Desde 1984
Geral
10 de Setembro de 2021
Novo decreto permite shows e eventos com até 300 pessoas em Monlevade
Arquivo JAN

O prefeito de João Monlevade, Laércio Ribeiro (PT), assinou novo decreto, publicado na tarde desta sexta-feira (10), após o município entrar na Onda Amarela do Programa Minas Consciente.  Com o novo documento, eventos em geral, encontros esportivos ou automotivos, além de bares e restaurantes,  podem ter até 30% da capacidade do espaço, até ao limite de 300 pessoas.  
Pelo novo texto, a distância mínima entre os presentes em um ambiente público passa a ser de 1,5 metro. O comércio em geral funciona com 30% da capacidade de presentes e fecha aos domingos. Os clubes sociais e as academias de ginástica também funcionam com até 30% do máximo de frequentadores, limite que também deve ser adotado nas saunas e nos vestiários. 
Também fica limitada a 30% a presença em supermercados, padarias e lanchonetes, sorveterias, doçarias e locadoras de veículos. Agências de veículos e escritórios de advocacia e contabilidade podem trabalhar de segunda-feira a sábado. 
Os ônibus circulam com até 75% de sua capacidade, enquanto os táxis e veículos de aplicativo transportam até três passageiros. As cerimônias religiosas também têm limite de até 30% da capacidade do templo, assim como os velórios. 
A multa para quem descumprir a medida ou frequentar espaços públicos sem máscara de proteção é de R$252,42, que pode chegar a R$25,241,60 em caso de reincidência. As empresas que violarem a determinação podem ter o alvará de funcionamento cassado.
Monlevade aderiu à Onda Amarela do  Programa Minas Consciente, no dia 27 de agosto. Pela macrorregião Centro, o município  está na onda verde do plano estadual, a mais flexível. Confira o documento completo clicando aqui.