Desde 1984
Região
10 de Setembro de 2021
Profissionais da educação se reinventam na nova realidade

A professora Adriana Salles comentou que os educadores tiveram de se adaptar para que os alunos continuassem com interesse e acesso aos conteúdos durante o período de aulas remotas. Agora com o ensino híbrido, novos protocolos e treinamentos foram implantados. “Em nossa primeira semana de aulas presenciais com as turmas do primeiro ano, sentimos uma grande alegria ao reencontrar com as crianças e poder acolhê-las”, lembrou.
Para Maria Ribeiro, a retomada no sistema híbrido foi uma grande motivação para as crianças, pois puderam socializar, sair de casa e ter contato com os professores e os coleguinhas. “Percebemos através de uma escuta constante as expectativas das crianças, foi muito gratificante ver os olhinhos brilhantes delas. Vimos nelas grande satisfação com este retorno”, relatou.
Rita de Cássia, também professora do 1º Ano, expressou o sentimento de muitos professores. “Temos a certeza que ficamos melhores depois da pandemia, somos pessoas mais inclusivas, conseguimos neste processo, enxergar as diversidades das crianças e de todos os atores educacionais”, resumiu.
Para a diretora do Centro de Educação Infantil José de Alencar, Juliana Paiva Nunes, a volta das aulas presenciais trouxe vida à escola. “Foi um trabalho de treinamento de profissionais e adequação de todo o espaço físico da escola para receber os alunos”, contou. E disse ainda que a expectativa da escola é ter a adesão de retorno de 100% dos alunos.