Desde 1984
Geral
30 de Julho de 2021
Mais empregos na ArcelorMittal

O laminador 3 da ArcelorMittal Monlevade deve começar a funcionar no início do ano que vem, conforme anunciado pela Usina, que destacou o aquecimento do mercado. Há expectativa de geração de 125 vagas de emprego diretas. Os interessados já podem cadastrar currículos no site vagas.com/arcelormittal e selecionar a unidade de João Monlevade.
O TL3, como também é chamado, foi construído em 2015, em um projeto orçado em US$ 280 milhões. O equipamento integra o plano de duplicação da capacidade de produção da Usina, esperado desde 2008, mas que não entrou em operação por questões econômicas. Apesar do anúncio da produção do TL3, não há previsão de duplicação de demais setores da Usina.

Anúncio comemorado

Nesta quarta-feira (28), o Sindicato dos Metalúrgicos (Sindmon-Metal), a Prefeitura e a Câmara de João Monlevade foram comunicados sobre a ativação do laminador. Nos encontros online, os participantes celebraram a abertura, enfatizando que o novo trem de laminação contribui para o desenvolvimento do município.
O gerente da aciaria da Usina, Alin Júnior Machado Chaves, participou de uma reunião com o prefeito, Laércio Ribeiro (PT), com o vice-prefeito e secretário de Planejamento, Fabrício Lopes (Avante), o gerente de Recursos Humanos da ArcelorMittal Monlevade, Vander Ferraz Neves, e o analista de comunicação Lucas Vilela. Neves e Vilela também participaram de outra reunião virtual com o presidente da Câmara Municipal, Gustavo Maciel (Podemos), e os vereadores Fernando Linhares (Democratas), Pastor Lieberth (Democratas) e Revetrie Teixeira (MDB) para dar a notícia da operação do equipamento.
O prefeito Laércio Ribeiro disse que a inauguração vai gerar novos empregos e aquecer a economia local. 'Esta notícia nos traz muita esperança neste momento tão difícil, por conta da pandemia, que tirou tantos empregos em nossa cidade', explica. Já Fabrício Lopes ressalta que “este é um momento único e de grande importância para João Monlevade e região”.
 O Sindmon-Metal também comemorou o anúncio, dizendo que ele era “uma vitória dos trabalhadores, que têm garantidas a produtividade e a qualidade desta Usina”.