Desde 1984
Região
22 de Julho de 2021
Santa Maria de Itabira começa a vacinar moradores de 28 anos contra o coronavírus
Divulgação - PMSMI

Com comunidade quilombola, município recebe doses extras

Santa Maria de Itabira é o município do Médio Piracicaba que mais avançou na vacinação contra a Covid-19. Nesta quinta-feira (22), o município deu início à aplicação do imunizante a pessoas com 28 anos ou mais, além de portadores de comorbidades ou deficiência permanente, gestantes, lactantes com filhos de até seis meses e pacientes da diálise. As doses ficam disponíveis no PSF do centro da cidade. Para receber o imunizante, o santa-mariense precisa levar o cartão de vacinas, o CPF e um comprovante de residências. 

O avanço da imunização depende do perfil demográfico de cada município. De acordo com o chefe de gabinete da Prefeitura, Eduardo Martins, uma das características de Santa Maria de Itabira é a comunidade quilombola, grupo prioritário e cuja remessa de doses é extra às destinadas à população em geral. “Só o Barro Preto possui mais de 400 moradores. Também foram vacinadas as comunidades em reconhecimento pelo Governo Federal desde 2010: Boa Vista, Macuco, São Pedro e Chaves”, informa o secretário. Para a ministração da segunda dose, o município está fazendo a busca ativa das pessoas aptas a recebê-la. 

Até a última terça-feira (20), segundo o Executivo, 71,54% da população de Santa Maria de Itabira com 18 anos ou mais já havia recebido pelo menos uma das doses da vacina contra o coronavírus. De acordo com o boletim epidemiológico estadual desta quinta-feira (22), 55,6% de todos os 10.857 santa-marienses (população total do município) receberam a primeira dose, enquanto 18,07% foram imunizados com as duas aplicações. O município já aplicou 7.999 doses.