Desde 1984
Polícia
22 de Julho de 2021
PC indicia sete por crimes contra a honra em Itabira
Divulgação - PCMG
Helton Cota, delegado regional de Itabira

A Polícia Civil itabirana concluiu duas investigações por crimes contra a honra. Em uma delas, seis pessoas foram indiciadas pelos crimes de injúria e difamação por, no ano passado, terem criado perfis falsos em redes sociais para denegrir adolescentes, em sua maioria moças. Os indiciados publicavam fotos desses menores com frases ofensivas. 
O outro caso teve como vítima o vereador José Júlio Rodrigues, o “Júlio do Combem” (Progressistas), que concedeu uma entrevista sobre o seu voto contrário a uma moção de aplausos à mineradora Vale. A publicação recebeu um comentário que apontava depreciativamente para a cor negra da pele do parlamentar. O suspeito foi ouvido pela Polícia Civil e disse ter ficado revoltado com o voto de Júlio, mas afirmou que pediria perdão ao vereador. Ele foi indiciado pelo crime de injúria racial. 
O delegado regional de Itabira, Helton Cota Lopes, afirma que a Polícia Civil se empenha diariamente para investigar todos os crimes ocorridos em Itabira e região, inclusive os virtuais. “Muitas vezes as pessoas pensam que ficarão impunes ao praticarem um delito às escondidas, ‘atrás’ de um computador ou de um aparelho telefônico. Isso é ilusão, pois temos diversos métodos eficazes para identificar precisamente as pessoas responsáveis por todas as publicações e mensagens enviadas”, alerta.
Quanto às vítimas, o delegado destaca que “por se tratarem de crimes de ação penal privada, as vítimas devem comparecer no Fórum para o oferecimento da queixa-crime. Somente assim os autores poderão ser condenados e responder pelos crimes consumados'.