Desde 1984
Polícia
11 de Junho de 2021
Corre da polícia mas é preso com drogas, arma e outros objetos
Divulgação
Munição, dinheiro, drogas e arma encontrados pelos militares

Um homem foi preso na quarta-feira (9) após correr da polícia em João Monlevade. A Polícia Militar realizava a operação Alferes Tiradentes, quando recebeu uma denúncia de tráfico de drogas e uso de arma em via pública no bairro Nova Esperança. 
Os policiais foram até o endereço indicado, a casa do suspeito, e ao aproximarem-se, puderam vê-lo no portão, assim como vários pinos para embalar cocaína em uma caixa. 
Conforme os militares, ao perceber que seria abordado, ele tentou fugir em direção a uma mata, sendo perseguido e alcançado pelos militares, que puderam flagrar o momento em que o homem, de 30 anos, retirou uma arma da cintura e atirou-a em um córrego. 
Com ele, foram apreendidos 74 pinos cheios e mais 31 vazios de cocaína, um tablete de maconha, um revólver calibre .38, 13 munições, uma balança de precisão, várias embalagens para drogas, R$347,00 em dinheiro e um telefone celular. 
Ainda durante as buscas, a namorada do preso chegou ao local e os policiais perceberam que ele combinava com a companheira uma forma de fazer com que um menor assumisse a propriedade do material ilícito, de forma a livrar-se da acusação. 
Enquanto os policiais da 17ª Companhia Independente confeccionavam o boletim de ocorrência, entrou no quartel, um adolescente de 16 anos, dizendo ser o dono dos materiais ilícitos. No entanto, quando foi questionado sobre mais detalhes dos objetos apreendidos, ele simplesmente não teve resposta. 
Para os militares, estava claro que o homem de 30 anos era o verdadeiro criminoso, e que o adolescente estava apenas tentando servir-lhe como “testa de ferro”. Por conta disso, além da acusação de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, ele responderá também pelo crime de corrupção de menores. Antes de ser preso, o homem já se encontrava em prisão domiciliar, também pelo crime de tráfico de drogas.