Desde 1984
Geral
09 de Junho de 2021
Enfermaria para Covid-19 do Margarida amanhece com lotação maior que CTI

A enfermaria especial para tratamento do coronavírus do Hospital Margarida começou esta quarta-feira (9) com uma ocupação maior que o Centro de Terapia Intensiva (CTI). De acordo com o boletim da casa de saúde, com dados das 7 horas, o setor para pacientes menos graves trabalha com 52% de sua capacidade, abrigando 12 pacientes. Destes, a metade já teve a Covid-19 atestada. 11 dos internados residem em João Monlevade, enquanto um veio de outra cidade. 
Já o CTI atende a 10 pacientes, o que equivale a 40% de sua capacidade. Seis deles aguardam o resultado de exames, enquanto quatro já receberam o diagnóstico positivo para coronavírus. Somente um desses internados mora fora de João Monlevade. O ambulatório especial, que presta o primeiro atendimento às suspeitas de Covid-19, estava vazio às 7 horas.