Desde 1984
Geral
17 de Maio de 2021
Saúde Mental de João Monlevade comemora Dia da Luta Antimanicomial

Tema deste ano é: Democracia Sim, Manicômio Não! Liberdade e Vacina, Contra a Política de Morte!”

A Prefeitura de João Monlevade, por meio da Divisão de Saúde Mental, comemora esta semana o Dia Nacional da Luta Antimanicomial. A data, celebrada em 18 de maio, marca a luta de profissionais da saúde mental, familiares e usuários por um tratamento digno, em liberdade e humanizado.

João Monlevade foi umas primeiras cidades do Brasil a lutar contra os manicômios, com a criação do Serviço Municipal de Saúde Mental, o Sésamo.

O Dia da Luta Antimanicomial foi instituído a nível nacional em 1987, quando ocorreu um encontro da saúde mental em Bauru (SP). Nesse evento surgiu o lema “Por Uma Sociedade Sem Manicômios”.

De acordo com a coordenadora da Divisão de Saúde Mental, Eliana Bicalho Ferreira de Almeida, desde então houve mobilização para o fechamento de manicômios, conquista relacionadas a legislações antimanicomiais e a necessária implantação de uma rede de atenção psicossocial substitutiva ao manicômio, com práticas humanizadas, criativas e inclusivas.

Ações

Em anos anteriores, a Divisão realizou passeatas pelas ruas da cidade e diversas atividades com o intuito de mobilizar a sociedade para a importância do assunto. Entretanto, este ano, em função da crise sanitária causada pela pandemia do novo coronavírus, as ações desenvolvidas serão em sua maioria realizadas de modo virtual e em atividades internas no Centro de Atenção Psicossocial Tipo II (Sésamo/Caps II). “Serão postadas fotos, depoimentos e imagens dos encontros presenciais de um trabalho que é desenvolvido em João Monlevade há 30 anos, apostando na possibilidade de cuidado do usuário da saúde mental no seu território, em liberdade, pois acreditamos que ‘trancar não é tratar’!”, afirmou Eliana Almeida.

Fórum Mineiro

A coordenadora ressaltou que, no momento atual, os Serviços Substitutivos têm sido duramente atacados e ameaçados por uma política de retrocesso a nível federal, no que se refere à saúde mental. Em resposta, movimentos sociais representados em Minas Gerais pelo Fórum Mineiro de Saúde Mental (FMSM) e pela Associação dos Usuários dos Serviços de Saúde Mental de Minas Gerais (Assusam-MG), numa construção coletiva, apresentam para 2021 a frase: “ Democracia Sim, Manicômio Não! Liberdade e Vacina, Contra a Política de Morte!”, como tema do Dia Nacional da Luta Antimanicomial.