Desde 1984
Geral
19 de Abril de 2021
Prefeitura abre sindicância para avaliar supostas irregularidades na Secretaria de Saúde

Dietas enterais estavam guardadas em banheiro, segundo vereador

A Prefeitura de João Monlevade anunciou abertura de uma sindicância para investigar o possível mau uso de recursos públicos aplicados na sede da Secretaria de Saúde, no bairro Belmonte.

 Segundo o Executivo, o prefeito Laércio Ribeiro (PT) ficou “estarrecido” ao visitar o segundo andar do edifício. A comissão é composta pelo secretário de Obras, Eduardo Bastos; secretária de Saúde, Mirellié Santos; chefe de Gabinete, Geraldo Giovani Silva; procurador Jurídico, Cristiano Vasconcelos; e a chefe da Vigilância em Saúde (Visa), Viviane Ambrósio.

Um dos objetos da apuração será o acondicionamento incorreto de dietas especiais, que, segundo denúncia do vereador Revetrie Teixeira (MDB), ficavam guardadas em um banheiro. Vários dos alimentos especiais, que segundo a Prefeitura, foram adquiridos na gestão passada, estavam fora do prazo de validade. 

O prédio onde hoje funciona a Secretaria de Saúde foi inaugurado em 1981 pata servir como terminal rodoviário, função que cumpriu por 22 anos. No início de 2004, a estação foi transferida para o bairro Santo Hipólito, e o edifício do Belmonte foi modificado para ser o Hospital Santa Madalena, que jamais funcionou. Entre 2010 e 2015, o Pronto Atendimento ficou instalado no andar inferior do prédio. Ao todo, foram investidos mais de R$22 milhões na adequação do espaço.