Desde 1984
Padre Marco José, Padre Anderson Ferreira e Diacono Geraldo Luciano
26 de Fevereiro de 2021
A Campanha da Fraternidade Ecumênica 2021
'Que todos sejam um, assim como tu, Pai, estás em mim e eu em Ti'

Neste ano, o tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica é “Fraternidade e Diálogo: compromisso de amor” e o lema “Cristo é a nossa paz: do que era dividido, fez uma unidade”, extraído da carta de São Paulo aos Efésios, capítulo 2, versículo 14. Realizada pela CNBB todos os anos no tempo da Quaresma, período de 40 dias que antecede a Páscoa, a Campanha da Fraternidade de 2021 é promovida de forma ecumênica, ou seja, em parceria entre várias Igrejas Cristãs. A CFE 2021 quer convidar os cristãos e pessoas de boa vontade a pensarem, avaliarem e identificarem caminhos para a superação das polarizações e das violências que marcam o mundo atual. Tudo isso através do diálogo amoroso e do testemunho da unidade na diversidade, inspirados e inspiradas no amor de Cristo. A unidade é um sinal de amor para os seres humanos, possível somente diante da presença de Deus. Jesus declara a unidade entre Ele e o Pai como inspiração para todo gênero humano construir a unidade com Deus, a partir da fé, resultando no amor entre todos nós.

Cremos que nenhuma das Campanhas da Fraternidade nestes 56 anos teve 100% da aprovação da sociedade, pois os temas refletidos são para que nos posicionemos ou a favor de Cristo e de seu Reino ou contra. Todos sabemos que tem muita gente que está contente com a vida que leva, sem nenhuma preocupação com a conversão e com o seguimento do Deus de Jesus Cristo. Diante da polêmica que se levanta sobre a Campanha da Fraternidade Ecumênica nos perguntamos: este ou aquele grupo que gera polêmicas é um grupo grande ou um grupo pequeno que faz bastante barulho e quase não participa da Vida Eclesial da comunidade a que pertence? É importante lembrar que estas poucas pessoas, todos os anos, procuram polemizar as Campanhas da Fraternidade, sem olhar todo bem que ela faz, reduzindo-se a buscar erros e defeitos que possam existir. A preocupação deste grupo pequeno é com a lei ou com a Misericórdia? É um grupo cristão de verdade ou é apenas um grupo que dificulta a unidade e comunhão na Paróquia? Participa mesmo ou busca só os seus interesses?

A Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2021 chama a todos, para crescermos na unidade e no diálogo fraterno. Vamos apoiar, participar e assumir como um dom de Deus para este tempo polarizado e difícil em que estamos vivendo. E que as Igrejas nos ajudem a sermos cada dia mais cristãos autênticos. Numa sociedade em que se verifica a deterioração da ética, a exacerbação do individualismo sem conteúdo e a autorreferencialidade, o enfraquecimento dos valores espirituais e do sentido de responsabilidade, se impõe a necessidade de espaços de diálogo para superação dessas situações, sobretudo para resgatar a importância de Deus no convívio social e da dignidade do outro. Em Jesus Cristo que é a nossa paz, que derrubando os murros da separação, fez uma unidade do que era dividido, busquemos e promovamos o diálogo e a colaboração entre cristãos de diferentes igrejas: vivendo a fraternidade e lutando por justiça social.

(*) Texto escrito por Padre Marco José, Padre Anderson Ferreira e Diac. Geraldo Luciano da Paróquia Nossa Senhora da Conceição