Desde 1984
() Gabriela Gomes
13 de Novembro de 2020
Convida
Convida a vida para te visitar. E ficar, tomar um café, quem sabe até jantar! Convida a vida para te acompanhar, nas orações, nas vibrações, para o pôr do sol contemplar. Com vida, os dias tem mais cor, as comidas mais sabor e as pessoas mais valor.É verdade que nos últimos tempos a fragilidade da vida ficou mais evidente.

De repente, o normal ficou diferente, e a vida da gente mudou. Os braços já não podem abraçar como antes, as visitas foram suspensas e foi através da ausência, que passamos a valorizar.

O que antes era comum, quando não havia medo algum, agora não é bem assim. O novo cobriu o normal, e o que antes era natural, agora está de outra forma. As escolas ficaram em silencio, sem a algazarra, sem movimento. Sem as crianças e suas travessuras, sem as colagens, sem as gravuras, sem recreio, sem gente.

As ruas estão mais vazias, chegaram até a ficar desertas, calou-se o ruído das festas e aquela gente toda se aquietou. Mesmo o transito, sempre caótico, parou. E o que parecia tão urgente, deixou de ser, assim de repente. Tudo se transformou. Convida a vida para te ensinar, te mostrar o lado bonito das coisas, a ver como viver é um privilégio.

Convida a vida para te acarinhar, deitar no seu colo e poder chorar, lamentar o que agora te faz falta. Convida a vida para dançar, para se jogar num samba ou num bolero, de braços dados com a esperança. Os tempos são outros, as pessoas também. Não há quem esteja normal, depois desse furacão.

A vida nos mostrou a sua fragilidade, independente da idade, o até breve está logo ali. Por isso precisamos refletir, parar um pouco e sentir, como as coisas realmente são. Precisamos dizer as pessoas o quanto as amamos, e ter a certeza de que elas saibam disso.

Precisamos sentir mais os pés no chão, as gotas da chuva no rosto, o sabor da vida, ao vivo. Convida a vida para te mostrar, que o melhor lugar para se estar, é no coração daqueles que amamos.

Convida a vida para compartilhar com você esses momentos, onde o encanto e a magia não podem ser resumidos em palavras. Convida a vida a te propiciar, a ver a beleza da primavera, a sentir a vibração da sua música preferida, a rir alto de si mesmo.

Convida a vida a te ensinar a viver, a te mostrar que o instante é passageiro, e que o que vale são as emoções. Convida a vida para apreciar, as pequenas belezas do hoje, a sair dessa tempestade, e poder convida-la todos os dias a viver. Convida a vida para te embalar, a te colocar no colo e te ninar, para que quando você acordar, uma nova vida possa aqui estar.

(*) Gabriela Gomes é publicitária