Desde 1984
Coxia
26 de Junho de 2020
Coxia 2588

Reabertura

No momento em que crescem os casos de covid-19, a prefeita Simone Carvalho (PTB) autoriza retorno de cultos nas ingrejas evangélicas e Missas nas igrejas católicas. A hora era agora? Empresários, donos de academias e bares também querem reabrir seus comércios e a prefeita segue irredutível no fechamento. Há equilíbrio nas decisões do governo?


Diálogo?

Sem sequer ouvir sugestões, Simone Carvalho permitiu que as igrejas voltem com cultos, mas limitou o numero de fiéis a 30. Mesma decisão foi tomada em outras cidades mineiras. Porém, em Monlevade, há templos que comportam até 700 pessoas. Já em outros espaços menores, 30 pessoas será aglomeração. 


Equilíbrio

Como em muitas das decisões tomada pela prefeita, faltou equilíbrio. Para se ter ideia, em Belo Horizonte, as igrejas evangélicas respeitam 30% da capacidade e não limitam em 30 pessoas. Segundo fontes, Simone Carvalho sequer quis ouvir os contra argumentos dos religiosos. 


Surto

Secretaria do Estado de Saúde aponta para surto de coronavírus em 70 cidades mineiras. Entre essas, João Monlevade. Chama a atenção, no entanto, que a cidade nunca ocupou mais de 20% a capacidade de leitos no CTI (10) e enfermaria para tratar casos de Covid-19 (14). Ainda bem. Os surtos são caracterizados pelo aumento de casos da doença em um determinado ambiente ou região específica.


Campanha

O Hospital de Campanha idealizado pela administração Simone no prédio da Secretaria de Saúde (antiga rodoviária) terá 40 leitos no segundo andar, sem a devida acessibilidade. O detalhe é que, conforme a própria administração informou, há um elevador desmontado e guardado no prédio, adquirido na época da obra. No entanto, a Prefeitura não disse como vai levar pacientes para o segundo andar, justamente, onde há o maior número de leitos. 


Novo Centro

O Projeto Novo Centro completa um ano na próxima segunda-feira (29). Enquete no facebook do A Notícia, aponta insatisfação da maioria dos cidadãos que responderam se aprovam as obras. Segundo alguns, só deu certo durante a pandemia, quando o número de veículos reduziu nas ruas. 


Eleições

Tem gente que acredita em candidatura de Carlos Moreira, cassado pela Justiça e réu condenado em segunda instância pela Lei da Ficha Limpa. O arranjo seria arrumar um vice que possa substituí-lo e tentar uma liminar que garanta a participação dele no pleito. Será? 


Poste

Resta saber quem aceitaria ser o poste: Lucien Marques? Djalma Bastos? Conceição Winter? Leles Pontes? Quem se habilita a esse papel? Vamos aguardar.


Pergunta

Se Fabrício Lopes (Avante) é mesmo pré-candidato a prefeito (e segundo informações em arranjo com PT, para Laércio Ribeiro ser o vice), a mãe dele, Helenita Lopes, que é presidente da Fundação Crê-Ser, votaria no filho ou no candidato do governo Simone?