Desde 1984
Editorial
20 de Março de 2020
Evitar a calamidade

A Prefeitura de João Monlevade tomou atitudes importantes para evitar o contágio do coronavírus na cidade. Até o fechamento desta edição, ontem (19), havia seis suspeitas na cidade, sendo uma já descartada e cinco aguardando resultado. A secretária de Saúde, Andrea Peixoto, gravou vídeo desmentindo boatos de internações no Hospital Margarida e de casos na cidade e a própria prefeita, Simone Carvalho (PSDB), reforçou o pedido para lavar as mãos e ficar em casa.

Um estudo publicado na terça-feira (17) informa que o novo coronavírus pode sobreviver na superfície ou no ar por várias horas, o que pode favorecer o contágio. Além disso, para se ter ideia, o vírus foi detectado por até dois ou três dias em plástico e aço inoxidável, e por até 24 horas em papelão. Portanto, mais que necessário lavar as mãos com frequência, evitar aglomerações de pessoas e ficar em casa, para evitar inúmeros casos em um curto espaço de tempo, o que seria uma calamidade no sistema de saúde. Prudência para enfrentar o inimigo invisível é fundamental nos próximos meses.