Você está em Opinião / COXIA /
Coxia
13 de abril de 2018
Coxia 2392
Presente

Um dia após completar seus 60 anos, o ex-prefeito Carlos Moreira foi intimado pela Justiça a comparecer ao Fórum Milton Campos para dar início ao cumprimento de sua pena de dois anos de prestação de serviços comunitários. Além disso, ele está inelegível pelos próximos oito anos e pagou uma multa de um salário mínimo à justiça, a ser destinada a uma entidade social. Belo presente.

Banda cara

Moreira cumprirá sua pena em uma entidade social da cidade e sua condenação é por ter pago, com recursos públicos, enquanto era prefeito, o show de uma banda em uma formatura de Engenharia da UFOP, no valor de quase R$22 mil. Para uma banda de formatura, há mais de dez anos atrás, o valor foi salgado. Mas pelo resultado, a conta ficou ainda mais cara.

Adjuntos

Dois nomes de confiança da prefeita Simone Carvalho (PSDB): Elisângela Almeida e Brenno Lima acumulam cargos de secretários adjuntos. Eles têm a responsabilidade e o compromisso de ajudarem a colocar nos trilhos duas pastas que geram mais reclamação. O desafio é grande, mas eles merecem um voto de confiança, pelo compromisso com o trabalho e dedicação até hoje demonstradas.

Fico

Os dois deputados estaduais da região, Tito Torres (PSDB) e Nozinho (PDT), seguem nos seus respectivos partidos e descartaram a oportunidade de mudar de legenda, em busca da reeleição na Assembleia de Minas. Por outro lado também, nenhum outro prefeito da região deixou o cargo para disputar as eleições deste ano, seguindo calendário da Justiça. Pergunta: Quem terá mais apoio dos prefeitos do Médio Piracicaba: Tito ou Nozinho?

Fala quem pode...

A declaração do vereador Vanderlei Miranda (PR) na última quarta-feira (11), sobre informações recebidas por ele de que o estupro da estudante da Uemg, ocorrido em setembro do ano passado, foi falso, gerou grande repercussão nesta semana. A fala fez com que delegados, o comando da Polícia Militar e um promotor de Justiça fossem até à Câmara e se reunissem com os 15 parlamentares.

Obedece quem tem juízo

A reunião foi fechada e a imprensa não pôde acompanhar as discussões, porém, o que ficou no ar é que os agentes da segurança pública e do Judiciário deram um recado claro aos vereadores: apesar da democracia, liberdade de expressão e do direito de se manifestar na tribuna, é preciso cuidado ao tratar de casos complexos e sérios como um possível crime de estupro, pois torna público um assunto que envolve familiares e a dignidade humana. Ficou o recado.
Aniversário

Monlevade completa 54 anos no próximo dia 29 de abril. Qual presente a cidade e a população merecem ganhar? Qual presente, você leitor, daria para a cidade nesta data? Envie sugestões para o whatsapp do jornal: (9)9954-1111. Participe. Sua opinião será publicada
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS