Editorial
13 de abril de 2018

Um jornal para servir

“Um jornal serve para servir. Servir principalmente a uma cidade (...) Um jornal serve para publicar o que se fala, refletir o que se publica, aprofundar o que se opina sobre o publicado e ampliar todas as opiniões sobre o dito e o refletido”, diz Editorial do Correio Braziliense, de 19/9/1999, escrito pelo jornalista TT Catalão.

A epígrafe acima é contundente nesta data. Hoje, 13 de abril de 2018, o jornal A Notícia completa 34 anos de história. Nascido numa sexta-feira 13, em 1984, fruto do idealismo do seu fundador, o jornalista Márcio Passos, A Notícia segue resistente em sua tarefa de informar e de servir a João Monlevade e região. Não é fácil fazer jornal em cidade do interior. Nunca foi. E, talvez por isso, também seja tão prazeroso quanto pungente. Jornalismo é feito de fatos. E fatos são feitos por pessoas. Pessoas, em geral, detestam ser notícia negativa. E jornal, que serve para servir, não publica só coisas boas. Não tem compromisso com grupos políticos A ou B. Não se esquiva do que precisa ser noticiado. Portanto, a tarefa de exercer jornalismo em cidade onde todos se encontram, até sem querer, é para quem quer servir acima de tudo. O compromisso editorial do A Notícia, que ao longo de sua história contou com a participação de mais de uma centena de profissionais, continua sendo o mesmo: servir bem a população. O aniversário é comemorado com mais uma pesquisa: 80% dos leitores de João Monlevade, de todas as idades e gêneros, preferem ler A Notícia. Para se ter ideia, o segundo colocado tem 3%. Uma marca que deve ser respeitada.Com esta, são 2.392 edições publicadas, que contam a maior parte da história recente de João Monlevade e do Médio Piracicaba. Salvo raras, raríssimas exceções, em que o jornal não circulou, em praticamente todas as semanas ao longo de 34 anos, foi possível ler A Notícia. O jornal que tem compromisso com o leitor, sempre e em primeiro lugar. Com altos e baixos, perdas e ganhos, o A Notícia segue em frente, mantendo os princípios que o edificaram, servindo sempre, da melhor maneira possível, a quem mais interessa: o leitor.