Você está em Opinião / COXIA /
Coxia
22 de dezembro de 2017
Coxia 2363
Boas festas
O jornal A Notícia agradece às diversas mensagens de Boas Festas recebidas e deseja a todos, um novo ano do bem e repleto de ótimas notícias

Bombeiros I

O vereador Guilherme Nasser (PSDB) tem se mostrado um ferrenho defensor da implantação do corpo de bombeiros civil em João Monlevade, em detrimento à implantação do Corpo de Bombeiros Militar, entidade estadual. O A Notícia ainda apurou que há um interesse em transformar o Serviço Voluntário de Resgate (Sevor) em uma unidade de bombeiro civil, já que a maioria dos voluntários têm formação na área.

Bombeiros II

Se por um lado, a iniciativa reforça politicamente a base do governo municipal, por outro, pode jogar por terra o importante voluntarismo da entidade Sevor, tão enaltecida na cidade. Os voluntários poderiam se transformar em mais uma base política do governo, o que não é saudável a quem construiu seu nome, há quase 20 anos, sem plataformas eleitorais. É esperar para ver.

Falando neles

O Sevor vai implantar em Rio Piracicaba uma base descentralizada. A proposta foi aprovada por unanimidade pelos vereadores da cidade. Volun-tariado ultrapassando fronteiras.

Sem luz
Seria muito bom se a administração municipal produzisse uma bonita decoração natalina neste ano. Cidades como Santa Bárbara e São Gonçalo do Rio Abaixo estão dando um show de luz, fomentando o clima festivo nos municípios. Enquanto isso, João Monlevade, que atrai consumidores de toda a região, quase não tem luz. Salvo a iniciativa da Acimon, que enfeitou a sua sede e a CDL, com o tradicional concerto natalino.

Cratera

De acordo com o secretário municipal de Obras de João Monlevade, Damião Teodoro, o valor gasto pela Prefeitura para recuperar os estragos provocados pelas chuvas de dezembro pode passar de milhões de reais. Entre eles, está a enorme cratera aberta no fim da avenida Rodrigues Alves, devido ao rompimento de um canal que passa sob o local.

Novela?

Em comentários no facebook do jornal A Notícia, leitores lembraram da “novela” para se resolver o problema da cratera do bairro Areia Preta, que demorou quase três anos para ser reparado e também tinha custo acima de R$1 milhão. E olha que era bem menor que o do bairro República. Será outra novela? Agora, em tempos de recursos escassos, pode preparar o sofá e a pipoca...

Corrigindo
A leitora Maria Regina Pontes Fonseca pediu correção de sua fala, publicada na última edição do A Notícia. Ao contrário do que foi publicado, ela não quer que o ponto de ônibus que foi retirado da Praça Domingos Silvério, volte ao local de antes. Ela sugere que ele seja instalado em locais onde não há comércio. Fica o registro.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS