Você está em Opinião / PAPO ABERTO /
Papo Aberto
13 de outubro de 2017
Fim do “cabide”
A proposta do estudante monlevadense Samuel Miranda, de 16 anos, participante do projeto Parlamento Jovem Minas de 2017, de exigir dos poderes executivos municipais e estaduais a comprovação de experiência ou formação para todos os secretários nomeados em suas pastas, é sensacional e salutar. Principalmente, se tivermos prefeituras e governos sérios para adotá-la, mesmo que não se transforme em lei.
Aprovada recentemente em uma plenária estadual do projeto, realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na capital mineira, a proposta do jovem Samuel vai de encontro a uma das maiores necessidades dos poderes públicos: a de oferecer apuro técnico, seriedade, competência e profissionalismo aos órgãos que atendem à população, em detrimento à politicagem que assola prefeituras e governos estaduais Brasil afora.
Mesmo que num primeiro momento pareça utópica, a proposta seria um passo importante para transformar “cabides de emprego” em setores eficazes, dinâmicos, sérios, que realmente atingissem o objetivo de planejar, projetar, executar e resolver questões importantes para a população.
No caso de João Monlevade, evitaria distorções e atrocidades políticas que já jogaram e ainda jogam por terra o trabalho de secretarias que têm muito o que fazer. Por aqui, os famosos “cala bocas”, apadrinhamentos, afagos e compensações políticas, feitos muitas vezes para manter o silêncio daqueles que sabem demais, já enterraram o trabalho de secretarias, setores e departamentos como Educação, Obras, Serviços Urbanos, Meio Ambiente, Trabalho Social, Esporte, DAE e muitas outras. Entre essas, algumas já foram devidamente entregues a quem possui competência para tal, outras, infelizmente, não.
Parabéns ao estudante Samuel e que outros jovens, assim como ele, demonstrem plena consciência do que é realmente necessário e saudável em nosso meio político e em nossas instituições e órgãos públicos. É bom ver a juventude engajada. Mostra que há luz no fim do túnel.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS