Você está em Opinião / COXIA /
Coxia
4 de agosto de 2017
Coxia 2323
Climão I

O presidente da Amepi e prefeito de Santa Bárbara, Léris Braga (PHS), não renovou contrato com dois profissionais terceirizados e a decisão causou um mal estar entre os prefeitos. Muitos alegaram que a medida deveria ser tomada conjuntamente com os demais chefes do Executivo associados.

Climão II

A Notícia apurou que, após o afastamento dos dois, que trabalhavam como terceirizados há anos na entidade, o clima na Amepi, sobretudo entre funcionários, ficou bastante tenso. Além disso, nos bastidores, circula a informação de que o presidente pode fazer mudanças significativas no quadro de pessoal da Associação. Resta saber se ele vai combinar e ter o aval com os prefeitos associados.

Monitores I

A Associação de Pais e Amigos do Autista de João Monlevade (ASPAA) reclamou, nesta semana, a falta de monitores nas escolas e creches municipais para atender crianças autistas e especiais em João Monlevade. De acordo com membros da ASPAA, as crianças estão em casa em virtude da falta dos profissionais.

Monitores II

Por outro lado, a Prefeitura afirma que dez monitores aprovados em concurso público foram chamados e os demais não foram convocados por desistência ou por não estarem devidamente qualificados e que será aberto um novo Processo Seletivo Ampliado para contratar mais profissionais. Independente da queda de braço, o importante é que as crianças com autismo e especiais seja plenamente atendidas em Monlevade.

Fogo amigo

Diante dos muitos debates na Câmara sobre a polêmica envolvendo as transcrições de receitas médicas feitas pelo gerente do posto de saúde do Novo Cruzeiro, José Benísio Werneck, com ataques de uns e defesa de outros vereadores, um parlamentar da base do governo afirmou, nos bastidores, que, na ânsia de defender o indefensável, alguns colegas estavam piorando a situação. “Se está errado, tem que corrigir e não repetir o erro. E pronto. Fazer o errado há muito tempo não justifica”, afirmou, em tom enérgico.

De volta

Os vereadores de Monlevade estão de volta ao trabalho e a primeira reunião nesta semana já começou “animada”, com críticas diversas a Werneck e ao atraso de ônibus da Enscon. Mas o destaque ficou com o tacape indígena e a bíblia, levantados por Pastor Carlinhos ao criticar a PM e diversas instituições. Esse segundo semestre promete

Parceria

A prefeita Simone Carvalho anuncia o projeto Novo Centro, com obra a partir de amanhã (5), na Praça Domingos Silvério, em Carneirinhos. A obra em parceria com a iniciativa privada sinaliza uma nova opção para o município, em tempos de crise: investir mais em parcerias público-privadas.

Paralisação

Caminhoneiros de todo o Brasil fizeram uma paralisação durante boa parte da última terça-feira (1º) no km 361 da BR-381, em João Monlevade. Centenas de caminhões podiam ser vistos nas proximidades do Posto 5 Estrelas. O protesto foi contra o aumento da alíquota de impostos sobre os combustíveis, decretado recentemente pelo governo federal. Apesar da pista ter sido liberada parcialmente, alguns profissionais continuaram o protesto. Porém, apesar da grande adesão e concordância dos caminhoneiros com a manifestação, a paralisação durou menos que o esperado e na própria tarde da terça-feira, alguns caminhões seguiram viagem. Será que o protesto dará resultado?
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS