Você está em Opinião / EDITORIAL /
Editorial
19 de maio de 2017
Dívida com INSS
A Prefeitura de João Monlevade tem uma dívida de mais de R$2 milhões com o INSS e estuda, caso seja de fato autorizado, a fazer novo parcelamento do débito em condições diferentes da atual. Ou seja, pode alongar a dívida e diminuir o valor da prestação. Todos os meses, saem dos cofres públicos R$65 mil, pagos à Previdência. O problema não é culpa da atual gestão, que fique claro. Mas de outras administrações que, em algum momento, deixaram de recolher o valor do imposto. Tanto dos servidores, quanto da própria Prefeitura.

“Os donos de tudo o que é público,
somos nós, a população”


Um dos problemas mais graves do país é pensar que as coisas públicas não têm dono. Têm sim. Os donos de tudo o que é público, somos nós, a população. Os bens públicos são nossos e não dos eventuais ocupantes das cadeiras do poder. Sejam eles no Legislativo, Executivo ou Judiciário. Pena que as pessoas se esquecem disso. Sobretudo, os mandatários momentâneos que pensam ser donos de tudo. E até de todos.
A dívida com o INSS pode até ser pequena em se tratando do montante da arrecadação municipal que beira R$200 milhões por ano. Mas é um valor considerável de investimentos que, em vez serem aplicados, hoje, no município, são pagos com atraso ao instituto nacional. Que todos os que passarem pela administração pública, honrem seus compromissos para que o povo não pague o pato no futuro. É uma questão de princípios.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS