Você está em Opinião / EDITORIAL /
Editorial
20 de abril de 2017
Delação premiada
A famosa lista de delação premiada da empreiteira Odebrecht, que toma conta dos noticiários Brasil (e mundo) afora, chegou à região do Médio Piracicaba e, mais precisamente, a João Monlevade.
É que alguns políticos que possuem estreita ligação com a região e são votados na cidade, tiveram seus nomes expostos na lista de beneficiários da empresa, nas tramitações da operação Lava-Jato, da Polícia Federal.

“É bom que se diga que o caixa dois não faz do político citado um criminoso, mas, sem dúvida, é um ato condenável”

Entre eles, estão Rodrigo de Castro (PSDB), Bernardo Santana (PR), Alexandre Silveira (PSD) e Nilmário Miranda (PT). O deputado federal Rodrigo de Castro foi citado por ter recebido R$250 mil em caixa dois para campanhas e é o que possui laços mais estreitos com políticos monlevadenses, além de ser o que obteve mais sucesso nas urnas da cidade, com apoio dos ex-prefeitos Carlos Moreira e Teófilo Torres, da prefeita Simone Carvalho e do deputado estadual Tito Torres, todos do PSDB. É bom que se diga que o caixa dois não faz do político citado um criminoso, mas, sem dúvida, é um ato condenável. Que a lista não cresça e que o Brasil continue sendo passado a limpo.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS