Você está em Opinião / EDITORIAL /
Editorial
3 de março de 2017
Obras no velório são uma vergonha
O estado das obras de reforma do Velório Municipal de João Monlevade é de corar a cara de qualquer gestor público minimamente comprometido com os espaços públicos da cidade que administra. Previstas para serem entregues em dezembro do ano passado, os serviços estão quase fazendo aniversário, já que começaram em julho de 2016 e não há sinal de conclusão. A Notícia esteve no local na manha de ontem (2) e não viu sequer um trabalhador nas três capelas. No lugar de trabalhadores, há sinais de que o espaço está sendo usado como abrigo de andarilhos.

“A Prefeitura já notificou a empresa responsável. Mas é muito pouco para resolver o problema”

Isso mostra, de fato, o descaso com o espaço público. Enquanto isso, parentes de falecidos se acotovelam para velá-los na gambiarra do espaço improvisado do antigo prédio da Enscon, no bairro Belmonte. No mínimo, falta de respeito. A verdade é que as obras do Velório Municipal são uma vergonha. A Prefeitura informa que já notificou a empresa responsável. Mas é muito pouco para resolver o problema. O assunto é tema de críticas de vereadores e de insatisfação da popular. Os recursos de R$300 mil já estavam garantidos pelo governo anterior e os serviços custam R$187.979,93. O que falta para a obra ser concluída? João Monlevade não merece serviços amadores e sem qualidade. Lamentável.
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS