Você está em Opinião / PONTO E VÍRGULA /
Ponto e Vírgula
24 de fevereiro de 2017
O Médio Piracicaba na Nova 381
Erivelton Braz

A região do Médio Piracicaba não pode ficar fora do “Movimento Nova 381”, liderado pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Sistema Fiemg) e que acompanha de perto as obras de duplicação da rodovia. Os motivos são vários, mas cito alguns: o movimento, que começou no Vale do Aço, devido à regional Leste da Fiemg, na verdade, precisa da força de todos os envolvidos direta ou indiretamente com essa estrada. Toda as cidades da região dependem da estrada para ir a Belo Horizonte, ou seguir para o Nordeste Brasileiro. Além disso, o desenvolvimento regional e a criação de novas oportunidades para a economia dependem dessa obra. Portanto, é mais que fundamental que a região estivesse engajada no processo de duplicação.
Toda a população do Médio Piracicaba (cerca de 350 mil habitantes) deveria seguir o Movimento Nova 381, através do site: www.nova381.org.br. Lá, é possível fazer um cadastro para acompanhar o andamento das obras e assinar manifesto de apoio ao movimento, que funciona como um abaixo assinado em prol da conclusão dos serviços. Atualmente, participam apenas 55.373 pessoas. Uma ninharia, se pensarmos na dimensão e importância da rodovia. Em João Monlevade, só 782 participam e em Itabira, 447. Vergonha. Precisamos aumentar esse numero, sobretudo com moradores da região para ampliarmos o debate. Seja com sugestões, ideias ou observações acerca das obras. Ou mesmo, para acompanhar o andamento dos trabalhos que, segundo a Fiemg, não está parado e deve receber, até o fim de 2017, R$800 milhões em investimentos.
Os maiores interessados dessa obra somos nós, que já perdemos parentes ou amigos ou que, infelizmente, ainda poderemos perder, nas curvas da rodovia da morte. Além disso, é fundamental as lideranças políticas regionais trazerem para si a responsabilidade e fomentar ainda mais a participação no movimento suprapartidário, que envolve mais de uma dezena de entidades, empresas e organizações. Junte-se ao movimento para que a rodovia BR-381 tenha a ampliação necessária e que o desenvolvimento chegue à região, gerando emprego, renda e o que é melhor: traga mais segurança para quem circula pela perigosa BR e em memória de tantas vítimas e em respeito à vida.

Erivelton Braz é editor do A Notícia
LEIA TAMBÉM
 
Publicidade
Publicidade
31 3851-1791
Av. Rodrigues Alves, nº 78, República
João Monlevade/MG
NOTÍCIAS
OPINIÃO
OPINIÃO
SOCIAIS