Desde 1984
Coxia
7 de junho de 2019
Coxia 2507
Críticas

Político que não se acostuma com críticas está no caminho errado. Crítica ajuda a melhorar a atuação política e corrigir erros naturais ou não. O bom político recebe as críticas e tira o melhor proveito daquelas fundamentadas, jogando no lixo as que representam pura oposição. Político que perde tempo respondendo a todas as críticas ou culpando opositores acaba não tendo tempo para governar ou cumprir a função para a qual foi eleito. E é o que mais de vê por aí...

Governo

Nenhum governo se habilita sem um bom trabalho de articulação junto ao Legislativo e, principalmente, com a base aliada. Essa dificuldade em João Monlevade está ficando cada dia mais clara nas reuniões dos vereadores com reclamações e lamentos que não acabam mais, inclusive, entre os aliados.
A função, que cabe ao secretário ou assessor de Governo, parece não ter a atenção e o desempenho necessários. As últimas três pessoas que ocuparam o cargo dificilmente saíram do prédio da Prefeitura e muito raramente apareciam na Câmara.

Falando nisso

Fora solenidades ou eventos festivos, a própria prefeita Simone raramente foi a Câmara Municipal. Aliás, nem ela e nenhum outro prefeito de João Monlevade tinham esse hábito. Não há problema algum, já que os poderes, mesmo sendo independentes, podem ter relação mais próxima e harmônica.

Descolado

Considerado um dos principais nomes do PSDB em João Monlevade, Guilherme Nasser demonstra estar cada mais descolado do grupo de Carlos Moreira e da prefeita Simone Carvalho. Nesta semana, disse que o governo faz “covardia” com a população ao fechar o Cresb e sinalizar o encerramento da Policlínica Central. Mesmo a prefeita negando racha com o grupo de Mauri Torres, parece que as coisas não estão tão em paz no ninho tucano...

Reajuste

Na cidade de Mariana, após o prefeito Duarte Júnior oferecer 0% de reajuste salarial, o Sindicato dos Servidores Público daquela cidade, entrou com pedido de cassação de mandato na Câmara, justificando que o prefeito não cumprira a legislação, de recompor, pelo menos a inflação. Antes dos vereadores avaliarem o projeto, o prefeito voltou atrás e ofereceu proposta de 4% de aumento. Se a moda pega...

Quebra Molas

Na semana passada, a instalação de um quebra-molas em frente ao Posto Longana, fez chover críticas ao governo nas redes sociais. Nesta semana, outro quebra molas foi instalado nas imediações da Praça Domingos Silvério, dentro do projeto Novo Centro, o que também gerou críticas. O “quebra-molas” é uma aberração. Não seria melhor investir em lombadas eletrônicas?

Lei

Aliás, a legislação de trânsito limita a instalação dos “quebra-molas”, só admitidos em “casos especiais”, com autorização expressa da autoridade de trânsito e depois do estudo de outras alternativas. Além disso, elas devem ser monitoradas e, um ano após a sua implantação, devem ser avaliadas se houve redução de acidentes no local onde estão. João Monlevade estuda outras alternativas em vez dos quebra molas? E quantos foram avaliados após sua instalação? Perguntas que não querem calar...

Cras

O Centro de Referência de Assistência Social (Cras), em parceria com o curso de Direito da rede de ensino Doctum, realizou 150 atendimentos jurídicos gratuitos à população ao longo da semana passada. Entre as diversas atividades, foi promovida uma mesa de debates com o tema “A mulher vítima de violência doméstica: meu lugar de fala enquanto mulher violentada”. As atividades fazem parte do Projeto Ciranda Cirandinha, Vamos Todos Cirandar, de valorização da mulher e contra a violência. Na próxima semana, será realizada a Marcha das Mulheres. Ações positivas e que fazem a diferença na sociedade.

7 de setembro

A prefeitura de João Monlevade já definiu o tema do 7 de Setembro deste ano: “Meio Ambiente: Direito de Ter, Dever de Cuidar”. O retorno dos desfiles, que envolve escolas e entidades, foi um dos grandes acertos da administração Simone Carvalho (PSDB) e que agradou a comunidade, carente de ações culturais e educativas.

Apac

Na tarde de ontem, quando essa edição estava sendo concluída, foi realizada audiência pública na Câmara Municipal para discutir sobre a possível implantação de uma Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) no município. A iniciativa é interessante e ajuda na ressocialização de presos.