Desde 1984
Coxia
15 de março de 2019
Coxia 2483
Mulheres

A prefeita de João Monlevade, Simone Carvalho (PSDB), durante solenidade em homenagem às mulheres, cobrou mais participação política do sexo feminino. Ela destacou a trajetória de ex-vereadoras da cidade e apontou que não há mulheres na Câmara nesta Legislatura. Recado dado e incentivo para 2020.

Temporal

A forte chuva que caiu na tarde de quarta-feira (13) provocou estragos, alagamentos e tumulto em Bela Vista de Minas. Várias ruas e avenidas tiveram o piso danificado, árvores arrancadas e houve corte de energia elétrica na captação de água da Copasa, prejudicando vários bairros. A Prefeitura ainda não computou prejuízos, mas em tempos de dificuldades financeiras, os estragos ficam ainda maiores.

Surpresa

As coisas realmente não estão fáceis para ninguém. Ocupante de um dos cargos mais importantes e desejáveis da região, o engenheiro Marco Antônio de Macedo Bosco foi demitido nessa semana e não é mais o diretor geral da ArcelorMittal Monlevade. Apesar do currículo invejável e dos mais de 30 anos de siderúrgica, Bosco foi substituído, o que pegou todos de surpresa, dentro e fora da Usina. A informação não foi confirmada pela empresa, que apenas informou que o engenheiro "se desligou para dedicar-se a outros desafios profissionais". Cada vez mais é certeiro o ditado que diz que "não somos, estamos".

Fim da Cultura

O assunto que agitou o início da semana foi, sem dúvida, o encerramento das atividades da rádio Cultura AM em João Monlevade, que dará lugar à emissora Líder FM, de Viçosa. Claro, a saída do radialista Carlos Moreira, carro-chefe da emissora, também foi muito comentada, já que o ex-prefeito mantinha um programa na rádio desde a década de 1980 e foi lá que se tornou o maior comunicador de rádio da região. Será que na Global FM ele terá o mesmo sucesso? Só o tempo...

Estratégia

A vereadora e ex-presidente da Câmara Municipal de São Gonçalo do Rio Abaixo por três mandatos, Luciana Bicalho (PTB), se licenciou do cargo no Legislativo para assumir a Secretaria Municipal de Saúde do município. Nos bastidores políticos, o que se diz é que a mudança faz parte de uma estratégia para lhe dar mais visibilidade, a cacifando para uma possível candidatura à prefeita ou vice nas próximas eleições? Só o tempo dirá.

Acertou?

Com o perfil político que a consagrou vereadora e presidente da Câmara por anos, Luciana Bicalho poderia ter mais visibilidade e respaldo político se exercesse a função de ouvidora, junto aos cidadãos. Saúde é área que nunca deixará de ter reclamação, portanto, prato cheio para a oposição que também almeja chegar à Prefeitura.

Tem que ter peito

O clima esquentou na última quarta-feira (13) entre os vereadores Guilherme Nasser (PSDB) e Toninho Eletricista (PHS) durante a reunião ordinária da Câmara de João Monlevade. Após Toninho afirmar que há vereadores na casa que fazem "politicagem para aparecer", Guilherme se irritou e, em tom ríspido, voz alterada e dedo em riste, exigiu que o colega tivesse peito e informasse os nomes dos vereadores que fazem politicagem, pois ele faz um trabalho sério.

Carapuça

Nitidamente constrangido e assustado com a dura e inesperada reação do colega, Toninho tentou se explicar e foi entendido só quando disse que "Se a carapuça o serviu, que vossa excelência a vista, pois falei de forma geral". Quem gosta de falar alto deve ter os ouvidos preparados para também ouvir à altura. Tenso
Obras

Os leituristas do DAE não conseguiram medir o consumo do Cresb por cinco meses, porque o portão estava fechado e não havia alguém lá. A cobrança foi feita por média e a autarquia, agora, vai dar crédito para a Prefeitura. Pergunta que não quer calar: há mesmo obras no local ou empenho para finalizá-las?