Desde 1984
Coxia
8 de março de 2019
Coxia 2481
Não foi

A prefeita de João Monlevade, Simone Carvalho (PSDB), não foi a Belo Horizonte receber, no dia 21 de fevereiro, o prêmio concedido por ter alcançado 66% de aprovação popular em pesquisa feita recentemente pelo Instituto de Estudos Políticos, da cidade de Viçosa. A homenagem foi concedida a todos os prefeitos que alcançaram índices de aprovação acima de 50% e foi feita na 5ª Edição do “Troféu JK Transformadores”, durante o 40º Seminário Brasileiro de Prefeitos.

Fogo de palha

O curioso é que a própria chefe do Executivo, assim como vários servidores comissionados, comemoraram muito o feito na época e fizeram questão de divulgá-lo em redes sociais. Mas, pelo visto, o entusiasmo com os 66% de aprovação, que gerou muita controvérsia, principalmente nas redes sociais, durou pouco.

Praia polêmica

Ainda falando da prefeita, fotos dela com o marido, o ex-prefeito Carlos Moreira, em passeio na cidade de Guarapari, no Espírito Santo, foram publicadas na Fanpage da chefe do Executivo e compartilhadas em redes sociais durante o Carnaval, rendendo vários comentários. Alguns positivos e, vários, nem tanto. Muitos monlevadenses criticaram o fato da prefeita estar tranquila em passeio na praia, enquanto a cidade enfrenta vários problemas, inclusive de limpeza urbana e infraestrutura.

Carne e osso

Esse é um dos ônus de ser uma figura pública, principalmente no meio político. Afinal de contas, a prefeita também é de carne e osso e passear em um feriado não é nada demais. Até porque, sua ausência em poucos dias não irá piorar a situação do que está precisando melhorar. São os nervos à flor da pele dos dias atuais.

Novo Cemitério

A denúncia de um leitor do A Notícia sobre o soterramento do túmulo do seu pai no Novo Cemitério do Baú, ocorrida dias atrás, é grave e merece atenção da Prefeitura, mais precisamente, da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. De acordo com os setores responsáveis, o problema foi criado por terceiros, que prestam serviços para particulares no cemitério. A questão é que algo deve ser feito e os trabalhos no local devem ser melhor fiscalizados, pois ninguém gostaria de ter uma surpresa desagradável como essa ao visitar um ente querido.

Carnaval

O Projeto Cultural Olho na Rua, de autoria da cantora e compositora Duca Furtado, alegrou a Praça do Povo, na quinta-feira (28), em evento de pré-carnaval. O tradicional Sapeca Iaiá, também deu o tom e não deixou João Monlevade triste, nos dias da folia. Que outras iniciativas nas ruas e praças sejam realizadas na cidade. Independentemente do poder público, que coloca culpa na crise, mas sempre pode ajudar com alguma coisa. O carnaval de rua é uma realidade em várias cidades e que também pode acontecer em Monlevade.

Confiança

O chefe do Settran, Brenno Lima, tem mostrado ser o fiel escudeiro da prefeita Simone Carvalho. Afilhado de Carlos Moreira, Lima sempre aparece ao lado da chefe do Executivo, inclusive em viagens de lazer, além de acumular também a secretaria adjunta de Obras. Agora, resta saber se o “o cara de Moreira” é tão bem visto e bem quisto por servidores e pelo eleitorado.

Pedintes

Leitor entrou em contato com A Notícia para denunciar os diversos pedintes nos sinais de trânsito da cidade, alegando ser de clínicas de recuperação ou que fazem serviços filantrópicos. O caso já foi denunciado em tribuna pelo vereador Vanderlei Miranda (PR). Será que o dinheiro arrecadado realmente vai para essas clínicas? Se João Monlevade possui as próprias entidades filantrópicas, como Bom Samaritano, Hospital Margarida, Lar São José, entre outras, porque não doar para elas?