Editorial
25 de janeiro de 2019

Cidade amada

João Monlevade completa, no próximo dia 29 de abril, 55 anos de emancipação político-administrativa. A data precisa e merece uma comemoração à altura. Até o momento, foi anunciado, pela iniciativa privada, o show do cantor sertanejo Gusttavo Lima. E só. Mas, ressalta-se que a festa do aniversário do município não pode ser restrita a show no Parque do Areão.
A administração Simone tem a oportunidade de fazer algo a mais pela cidade. Seria uma chance de valorizar artistas locais, pagando cachês justos para apresentações em praças e locais abertos. Poderia promover mostras de artesanato, peças de teatro, festival literário, convocar palestras de especialistas e, sobretudo, apresentar um projeto para o futuro do município. É preciso pensar grande, porque esta é uma cidade grande e não pode ser pequena ou medida por uma régua curta.
Sabe-se da crise, da falta de dinheiro, do atraso de repasses. Mas também sabe-se que com criatividade, união e envolvimento de toda a sociedade, é possível obter resultados positivos e que tragam alegria ao monlevadense.
A cidade precisa recuperar sua autoestima. E já que certamente não haverá carnaval de rua em João Monlevade, que as festividades de 29 de abril sejam um marco, não só dessa administração, mas uma referência para a Monlevade que queremos e merecemos. Dá tempo de trabalhar, de envolver os setores da sociedade e promover uma festa que mostre o quanto João Monlevade e seu povo são amados. O momento é propício e a hora é esta.