Desde 1984
Cotidiano
11 de janeiro de 2019
Meu mundo Murilo
A maternidade me chegou como um presente e há 8 anos eu vivo num mundo chamado Murilo. Durmo e acordo com ele, penso nele 24h por dia, tudo o que vivo e faço tem sempre uma razão principal, o Murilo. E eu não saberia ser diferente.
A maternidade me chegou como um desafio. Na marra, me fez dormir menos, e ter prazer em ficar observando aquele serzinho tão pequeno durante as madrugadas, conferindo a sua respiração e ajeitando o seu cobertor.
Derrubou teorias e regras, e me mostrou que cada dia, desses 8 anos vividos até aqui, seriam diferentes. Os desafios começariam ainda na gestação, passariam por um parto de risco, pela dificuldade da amamentação, por ter que deixá-lo na creche muito pequeno, e por perder diariamente aprendizados novos.
A maternidade me trouxe muitos desafios, que continuaram nas primeiras papinhas, nas noites com febre, nas visitas ao pediatra, nas viagens, nos primeiros passinhos e nas primeiras palavras. Chegaram junto com o primeiro galo na testa, os joelhos ralados, as muitas roupas manchadas e pelos infinitos brinquedos espalhados pela casa.
A maternidade me chegou como uma flecha. Acertou-me em cheio e fez o meu coração conhecer um sentimento inexplicável, um amor sem medidas e que chega a doer. Um instinto quase que animal, que me transforma numa leoa tentando proteger a cria, e ao mesmo tempo me limita a apenas observa-lo crescer.
A maternidade me trouxe um menino lindo, iluminado, que irradia por onde passa. Falante como a mãe, ele adora jogar futebol, contar histórias, piadas e fazer pequenas apresentações para a família. Também é chegado num palco, adora cantar e tocar violão, como o pai e o bisavô.
Meu menino é diferente, único e singular. Tem um brilho nos olhos a todo tempo, tem medos inexplicáveis e coragens incomuns para a pouca idade. Uma força que me acalma, me acalenta e me encanta mais a cada dia. Uma maturidade e uma inteligência fora dos padrões.
A maternidade me apresentou o divino, pois o amor de mãe é o que há nessa terra de mais próximo ao amor de Deus por nós. Me apresentou um mundo que eu desconhecia, e que mesmo com minhas imperfeições, me deixa aprender a cada dia, rever meus conceitos, ouvir a voz da minha consciência e do meu coração.
Murilo me trouxe um mundo tão maravilhoso, que por mais que eu o tente descrever, é impossível. Sou muito grata a Deus por ter me enviado um filho tão especial e pela oportunidade de crescer e aprender com ele, no meu mundo Murilo.

() GABRIELA GOMES é publicitária e responsável pelo setor comercial do jornal A Notícia