Editorial
4 de janeiro de 2019

Um 2019 que promete

O ano de 2019 mal começou e logo em sua primeira edição, o jornal A Notícia já traz vários fatos relevantes que elevam as expectativas para o ano novo e prometem uma temporada agitada. Os fatos ainda jogam por terra a velha teoria de que o mês de janeiro é ruim para o jornalismo, por ser mais "parado" e tranquilo.
A paralisação das atividades do Serviço Voluntário de Resgate (Sevor) de João Monlevade, em virtude de determinação de adequações por parte do Governo do Estado a todos os grupos de resgate, a votação da Câmara Municipal ao orçamento municipal para o exercício de 2019, na ordem de R$220 milhões, as fortes chuvas que deixaram estragos pela região, os graves acidentes na temida BR-381 e os crimes que, infelizmente, não somem dos noticiários, são provas de que 2019 começou quente e promete ser um ano movimentado.
No campo político, nova mesa diretora na Câmara e o marco da metade do mandato do atual governo indo embora, o que demonstra que é necessário uma criteriosa avaliação e elaboração de planejamentos para a segunda metade. Isso, sem contar as velhas e sempre presentes demandas da população, que anseia por melhorias estruturais. Como exemplo temos a demora e os transtornos causados pela obras da rua Nove, no bairro Sion, que se arrastam há quase um ano e caminham a passos lentos.
Enfim, a primeira edição do ano dá o tom de que 2019 será um ano recheado de polêmicas e assuntos de interesse público a serem tratados. E, claro, o jornal A Notícia estará atento a todos eles, levando, como sempre fez, a informação precisa e isenta aos leitores de João Monlevade e região. Que venha 2019