Coxia
7 de dezembro de 2018

coxia 2459

Bastidores

Nos bastidores, o clima entre os vereadores de Monlevade não é dos melhores. O ano termina com acusações pesadas de “barganhas políticas” e de “homens sem palavra”. Tudo isso, por conta de votos para a eleição da Mesa Diretora. Como dizem, em política, não há verdade que dure 24h...

Ainda na Câmara

Se por um lado a vitória de Leles Pontes (PRB) foi apertada por apenas um voto, por outro, o governo Simone respira aliviado por não ter na mesa da Câmara, vereadores de oposição. Será que a relação entre Simone e o Legislativo vai melhorar? Se depender de Leles, sim. Ele disse que vai fazer uma gestão harmoniosa com o governo. Só não pode se esquecer de que os poderes são independentes e que os vereadores foram eleitos para fiscalizar o Executivo.

Catracas

Usuários do transporte coletivo de João Monlevade estão reclamando muito das novas catracas duplas instaladas em alguns ônibus da empresa Enscon, recentemente. Eles reclamam que as mães encontram dificuldades para passar com crianças de colo, passageiros com sacolas e pessoas estão agarrando nas catracas. Por mais motivos que existam para a implantação das catracas, é bom analisar a iniciativa e ouvir a população.

Coral

Amanhã (8) é dia de prestigiar o Coral Monlevade em mais uma apresentação na cidade. O grupo realiza a Cantata de Natal, às 19h30, logo após a Missa da Igreja São Judas Tadeu, na rua Tietê, no bairro Centro Industrial, em frente à antiga Escola Estadual Santana. Uma ótima oportunidade de prestigiar o histórico Coral e ouvir belas músicas natalinas.

Mau exemplo

O vereador José Carlos Afonso (MDB), de Bela Vista de Minas, foi preso pela Polícia Militar dias atrás por dirigir embriagado e jogar seu veículo em direção à viatura policial ao ser abordado, desrespeitando ordem de parada. A atitude, vindo de qualquer cidadão, é lamentável, mas vindo de uma figura pública e que deveria dar o exemplo, é ainda pior. Definitivamente, não é esse o representante que o povo quer.

Novela triste

Apesar dos quase R$600 mil disponibilizados pela Prefeitura de João Monlevade para a execução das obras de pavimentação, drenagem e colocação de meios-fios e passeios na rua Nove, no bairro Sion, a situação da via continua lamentável, com muita lama e, para piorar, a abertura de dois enormes buracos dias atrás, em virtude das chuvas.

Lama

As obras do local se arrastam há nove meses, já ultrapassando o prazo previsto e os moradores afirmam que é difícil conviver com tanta lama e enxurradas e com a poeira em dias de sol. Sem contar que uma obra tão importante e complexa era feita por dois ou três trabalhadores, sem qualquer maquinário adequado. É esperar para ver.

Enquanto isso...

Mais uma vez, a cratera no final da avenida Rodrigues Alves, no bairro República, voltou a assustar moradores próximos. Após as chuvas dos últimos dias, segundo testemunhas, houve movimentação de terra no local. As obras também se arrastam há mais de um ano.

Chuvas

Prefeitura diz que vai retomar as obras da rua Joana Darc, no Alvorada, no período de estiagem, previsto para hoje (7) até quinta-feira (13). Segundo o vereador Tiago Thitó, é torcer para São Pedro colaborar porque os vereadores não aguentam mais ser cobrados pela demora das obras. Na verdade, quem não aguenta mais, são os moradores que convivem com o barro nas chuvas e a poeira no tempo seco.