Coxia
16 de novembro de 2018

Coxia 2453

Coisa da mídia?

Em entrevista exclusiva ao A Notícia, a prefeita Simone Carvalho (PSDB) afirmou que sua relação com os vereadores é ótima e que a possível crise entre Executivo e Legislativo "é coisa da mídia". O que se pode afirmar, pelo menos por parte do A Notícia, é que as matérias publicadas sobre a Câmara reproduzem, com fidelidade, o que é dito na tribuna. Fica a sugestão para a prefeita acompanhar as reuniões ordinárias do Legislativo, principalmente agora, com a transmissão ao vivo pela internet.

Joana Darc

O que poderia ser um ótimo capital político para a prefeita, pode se sair com um tiro no próprio pé da administração. A esperada obra de asfaltamento da rua Joana Darc, no bairro Alvorada, virou dor de cabeça para moradores e comerciantes do local: a demora na entrega dos serviços, a poeira em tempo seco e o barro na chuva, a retirada de rampas de garagem sem comunicação prévia são só algumas das críticas sobre a obra. No mínimo, faltou planejamento e organização.

Prêmio I

Mesmo com a anunciada crise financeira, alimentada pela falta de repasses de verbas do Governo do Estado e com o mal estar gerado pela falta de suplementos alimentares a serem doados para a população carente do município, a Prefeitura de João Monlevade acaba de concretizar mais uma polpuda gratificação salarial de 80% em seus quadros.

Prêmio II

Dessa vez, a contemplada e agraciada com o salário quase dobrado foi a fiel escudeira do grupo político que ocupa o poder, Lélia Carvalho Lage, que, inclusive, se licenciou recentemente para atuar na campanha do deputado estadual reeleito Tito Torres (PSDB). Isso é que é prêmio por meta alcançada, o resto é bobagem.
Fim do Enem?

Os vereadores de João Monlevade aprovaram, dias atrás, uma Moção de Repúdio aos organizadores do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018, devido a uma questão que menciona um possível dialeto "LGBT", o que, segundo os parlamentares, seria uma "influência negativa" para os estudantes brasileiros. Bom, depois dessa Moção, o Ministério da Educação deve até rever seus conceitos em relação ao Enem e o exame pode estar com seus dias contados. Como dizem os jovens sqn.

Lamentável I

Algumas situações nos levam a fazer a velha pergunta: "A que ponto chegamos?". De acordo com informações de bastidores, o proprietário de um jornal de João Monlevade teria redigido um termo de compromisso e colhido as assinaturas de alguns vereadores da cidade para se certificar de que eles votariam no candidato Tonhão (PPS) à presidência da casa legislativa. É o fim dos tempos...

Lamentável II

Outra pergunta que fica no ar é a seguinte: O que é pior? A atitude de fazer o termo de compromisso ou a atitude dos vereadores que o assinaram? Quem o fez atentou contra a credibilidade e o respeito que a Câmara dever manter diante da sociedade. Sem contar, que mostra a fragilidade de parte dos edis, ao se renderem a ameaças baratas do jornalismo picareta, tendencioso e sem credibilidade. Lamentável.

Merecido

O coral Reencontro em Seresta teve dois bons motivos para comemorar nesta semana. De forma merecida, o grupo irá receber o Título de Patrimônio Histórico e Cultural do município em 2019 e, ainda, será agraciado, no próximo dia 27, com a Medalha de Honra ao Mérito Cultural Leonardo Diniz Dias, concedida pela Câmara Municipal. Belos incentivos para um grupo que luta muito para se manter e realiza belas apresentações pela cidade e região.