Editorial
16 de novembro de 2018

Renascer da prefeita

A prefeita Simone Carvalho (PSDB) deu o tom do que promete ser o seu governo daqui para a frente: quem dá as ordens e define os rumos do mandato é ela. Pela primeira vez, a prefeita afirma categoricamente que ela é quem dá as cartas e que não fica à sombra do marido, o ex-prefeito Carlos Moreira, “de jeito nenhum”. Mesmo diante da experiência e força política dele. A chefe do Executivo monlevadense reafirma que quer deixar como marca, uma cidade mais limpa e com as pessoas mais felizes e que está trabalhando duro para isso.
Simone Carvalho, que completou 50 anos na última quarta-feira (14), dá um passo importante para o fortalecimento de sua imagem política. Ao seu modo, ela deu um basta nas especulações de que apenas cumpre o que foi determinado pelo companheiro e que não tem autonomia sobre o próprio governo. Ela reitera que o marido não é o prefeito, apesar de dar conselhos, acatados ou não pela sua gestão.
A caminho do terceiro ano de governo e encerrando a metade do mandato, Simone Carvalho mostra-se mais confiante com sua administração. Sensata e consciente do que pode ou não ser feito, ela também não faz promessas, mas diz ter esperança de cumprir seu Plano de Governo, caso os repasses aos municípios por parte do governo do Estado sejam normalizados. Acertou a prefeita em assumir essa nova postura que, certamente, vai agradar a quem votou nela e quem torce pelo sucesso do governo nos próximos dois e últimos anos.