Coxia
1 de novembro de 2018

Coxia 2449

Morte

Amanhã é dia de Finados e muita gente até arrepia quando se fala no assunto morte. Menos a conhecidíssima Maria Mazarelo, do Hospital Margarida, que doou o seu corpo para a Faculdade de Medicina da UFMG, para servir de estudos para novos profissionais da saúde. Atitude de quem, por uma vida inteira, dedicou-se ao trabalho no hospital. Mazarelo tem quase cinco décadas de atuação no Margarida e incentiva mais pessoas a fazerem o mesmo que ela, doando o corpo para estudo da ciência, em vez de ir para embaixo da terra. Vale a reflexão.

No ar I

Apesar de ser um crítico ferrenho ao governo da prefeita Simone Carvalho (PSDB) e de sugerir "trancar a pauta" e não votar os projetos de interesse da Prefeitura, caso os vereadores não sejam atendidos pela chefe do Executivo, o vereador Toninho Eletricista (PHS) foi um dos convidados para uma entrevista na rádio Cultura, no programa do marido da prefeita e principal articulador do governo, Carlos Moreira, na manhã da última segunda-feira (29).

No ar II

A dúvida que paira no ar é se Eletricista foi à rádio só para tecer comentários e opiniões sobre a vitória do candidato a presidência Jair Bolsonaro (PSL) ou se há mais por trás desse inusitado convite. É bom lembrar que as eleições para a presidência da Câmara vêm aí e afagos e aproximações são sempre bem-vindos nos bastidores da política.

Substituto

Enquanto o vice-prefeito Fabrício Lopes (MDB) quase não é visto em ações do governo, o chefe do Settran, Brenno Lima, ao contrário, assume cada dia mais, o protagonismo de fiel escudeiro da prefeita Simone Carvalho (PSDB). Além do trânsito, ele deve assumir nos próximos meses, o comando da Secretaria de Serviços Urbanos, pasta da qual é secretário adjunto.

Será?

Nos bastidores, há fortes rumores de que essa seja uma estratégia do atual governo para lançá-lo como candidato nas eleições de 2020. O plano inicial é que Brenno seja vereador, mas em caso da prefeita desistir da reeleição, ele seria o forte candidato a prefeito de Carlos Moreira. É bom os vereadores da base ficarem de olho, porque a batata deles já assou há tempos. Principalmente, aqueles que sempre elogiaram o trabalho de Brenno na tribuna.

Chuva

João Monlevade foi surpreendida na tarde do último sábado (27) com uma forte chuva, acompanhada de rajadas de vento que causaram muitos estragos e deixaram a população assustada. Além de vários casos de destelhamentos, quedas de árvores e alagamentos, diversos bairros ficaram sem fornecimento de luz e abastecimento de água. Agora é a hora das autoridades competentes traçarem planejamentos e metas para evitar transtornos maiores neste fim de ano, tempo propício para fortes chuvas, que sempre trazem os mesmos problemas na cidade. O alerta foi dado no sábado...

Folga I

Um aposentado monlevadense reclamou ao A Notícia que ao chegar à Farmácia Municipal na última sexta-feira (26), no prédio da Secretaria de Saúde, para buscar seus medicamentos de uso contínuo, encontrou o local com as portas fechadas, devido ao ponto facultativo em comemoração ao Dia do Servidor, celebrado no domingo (28). Como ele não sabia do "feriado", perdeu seu tempo e ficou sem pegar seus remédios, e teve que comprá-los em uma farmácia comercial.

Folga II

Nada contra comemorar o Dia do Servidor, mas como qualquer outra data festiva e feriado, se caiu em um fim de semana, paciência. No mínimo, deve-se reforçar a comunicação sobre o fato com a população, para evitar esse tipo de transtorno. Descansar e curtir uma folga é sempre bom, mas a preocupação com a população deve vir em primeiro lugar. O presidente da Câmara, Djalma Bastos (PSD), também criticou duramente a medida.