Coxia
13 de julho de 2018

Coxia 2417

Água salgada

Na semana passada, através de Resolução do Consórcio Intermunicipal de Saneamento Básico da Região Central (CISABRC), a conta de água do Departamento de Águas e Esgotos (DAE) de João Monlevade aumentou em 4,96%. Com o reajuste, em pouco mais de um ano, a tarifa já aumentou mais de 16% na cidade. Para quem esperava a tão propagada taxa mínima de água, o líquido está bem salgado neste governo. E olha que o DAE comprou 3 toneladas de açúcar recentemente...

Bueiros

Um problema que vem gerando reclamações em João Monlevade nas últimas semanas é a quantidade de bueiros entupidos nas ruas da cidade. E o fato procede. Basta uma volta rápida por alguns bairros da região central, como o Alvorada, Novo Horizonte, Santa Bárbara, República e Lourdes, que vários deles são vistos repletos de mato, entulhos e terra, alguns completados tapados. Sem dúvida, uma demanda a ser resolvida.

Eleitores

A cidade de João Monlevade já registra quase 60 mil eleitores aptos a votar nas eleições deste ano. De acordo com os números disponíveis no site oficial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), todos os municípios da região tiveram aumento em suas quantidade de eleitores. Em algumas cidades, curiosamente, o número de eleitores se aproxima do número de habitantes, como Rio Piracicaba e São Gonçalo. Agora é torcer para que, nesse caso, a quantidade seja acompanhada pela qualidade dos votos e bons representantes sejam eleitos.


Público e privado

A Prefeitura de João Monlevade determinou que agentes de trânsito organizassem a entrada no Espaço Singular, que recebeu o pré-candidato tucano ao governo, Antonio Anastasia, na semana passada. O evento, apesar de político, foi particular. Não se pode confundir alhos com bugalhos, principalmente, quando o governo da cidade é administrado pelo partido do candidato ao governo. Vergonha.

Reajuste

Chega ao fim a novela do reajuste dos servidores públicos, que vão receber 2,29% de aumento e R$35 no Vale Alimentação. O valor retroativo ao mês de março custa cerca de R$800 mil e será pago de quatro vezes. A prefeita Simone lavou as mãos quando o Sintramon não concordou com o aumento do vale, alegando que poderia ser maior. O assunto caiu no colo dos vereadores, que pediram a prefeita para mandar o projeto e o aprovaram. Coisas da política...

Cultura

O Festival de Inverno da Ufop, campus João Monlevade, realizado da última segunda-feira (9) até amanhã (14), traz à cidade muitas atrações culturais, entre música, teatro, bate-papo cultural, literatura, oficinas e outras. Boa oportunidade para aqueles que sempre reclamam que o município não conta com opções de lazer e cultura saírem de casa e prestigiar boas apresentações artísticas.