Papo Aberto
29 de junho de 2018

Por mais Pedro Luzia

João Monlevade perdeu, dias atrás, um de seus personagens mais importantes, de acordo com minha opinião. Como é de conhecimento geral, faleceu o senhor Pedro Luzia, no alto de seus 87 anos bem vividos e extremamente dedicados ao próximo.
Tive a honra e a alegria de conhecer Pedro Luzia e manter contato com ele em poucas, mas ricas oportunidades, seja por motivos de trabalho ou eventos comemorativos e homenagens. O destaco nesse texto por sua rica história de trabalhos voluntários e comunitários, sempre em prol daqueles que mais precisaram. E também destaco o fato deste homem ter partido num momento crucial em que precisamos de mais "pedros luzias", tempos em que o mundo se derrete num mar de egos, de "eus", de briga incessante por holofotes, mídia, cliques, curtidas, palmas, fama, votos, tapas nas costas e, claro, poder e dinheiro.
Pedro Luzia fez, e muito, sem buscar nada disso. Longe de holofotes e de anseio por benefícios pessoais, ele construiu uma bonita trajetória, sendo que é impossível não associar seu nome ao trabalho prestado por várias instituições importantes, como o Asilo Lar São José, Serviço Social Nossa Senhora da Conceição, Colônia Feminina Luíza de Marilac e Colônia Bom Samaritano, onde foi um dos fundadores e referência. Apoiar causas em que o senhor Pedro Luzia participava era garantia de lisura, de retidão e de que recursos financeiros ou donativos seriam bem aplicados.
Mesmo não sendo seu principal objetivo, Pedro Luzia foi reconhecido e homenageado em várias oportunidades e por diversas instituições, até mesmo de outras cidades. Mas, sem dúvida, o maior reconhecimento é a gratidão daqueles que ajudou, direta ou indiretamente.
Decididamente, estamos precisando de mais "pedros luzias" e de menos propaganda enganosa, de menos falsos heróis, vazios dessa bondade natural e recheados de hipocrisia, demagogia e de ótimas intenções para si próprios.
Descanse em paz, senhor Pedro Luzia Sua missão foi cumprida com louvor. Que ela nos incentive.

() Luiz Ernesto é jornalista, escritor e subeditor do A Notícia