Desde 1984
Geral
07 de Abril de 2021
Em respeito a decreto, supermercados começam a tapar prateleiras de produtos não-essenciais

O decreto municipal que proíbe a venda de produtos considerados “não-essenciais” já começa a ser seguido emv João Monlevade. Na tarde desta quarta-feira (7), circularam pelas redes sociais imagens que mostram corredores de supermercados sendo tapados. Nesses corredores, são alocados itens como chinelos, garrafas térmicas, tigelas, panelas, cestos, entre outros itens.

O decreto municipal 48, baixado na terça-feira (6) pelo prefeito de João Monlevade, Laércio Ribeiro (PT) e vigente até o próximo dia 12, permite que os supermercados e similares são autorizados a vender apenas alimentos, bebidas e produtos de higiene e limpeza. Está proibida a venda de todos os outros gêneros.

Os estabelecimentos também não podem funcionar no fim de semana de forma presencial, à exceção do serviço de entrega.

De segunda a quinta-feira, supermercados, hipermercados, atacarejos, entre outras, operam entre as 5 e as 19h, enquanto que na sexta-feira as portas podem ficar abertas até às 23 horas.